20/03/2021

O repórter Lucas Leal, do Canal 38, esteve no Complexo Esportivo Lagoão, em Apucarana, no início da tarde deste sábado (20), onde constatou que as vacinas contra Covid-19 para idosos entre 75,76 e 77 anos já haviam acabado e a vacinação foi suspensa antes do previsto, pegando muita gente de surpresa e deixando várias pessoas indignadas com a situação.

A prefeitura informou que a vacinação estava prevista para ocorrer das 08h30 às 17 horas deste sábado (20) e ainda no domingo, das 8h30 às 13 horas, mas não houve uma programação com número correto de doses, que acabaram e a vacinação foi suspensa no início da tarde deste sábado (20), pegando muitas pessoas que foram até o local de surpresa, em desrespeito à população pela falta de aviso. O repórter Lucas Leal fez uma live do local e viu muitas pessoas indo até o Lagoão e voltando para casa sem serem vacinadas.

AVISO ATRASADO
A Prefeitura divulgou posteriormente que a vacinação contra o Coronavírus, iniciada ontem (sexta), para faixa de 75, 76 e 77 anos, foi suspensa no início da tarde deste sábado. Conforme justificativa apresentada pela Autarquia Municipal de Saúde, houve divergência entre os números estatísticos do IBGE e o número de vacinas recebidas do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SESA).

O município recebeu neste último lote um total de 1.450 doses, para imunizar idosos de 75 a 77 anos, e trabalhadores da saúde – que não estão na linha de frente na pandemia -, na faixa de 45 a 49 anos. Na sexta-feira foram vacinadas 830 pessoas; e neste sábado, até às 12h30, foram mais 820 pessoas, até esgotar o estoque da Autarquia Municipal de Saúde.

Nesta próxima semana, com a chegada de um novo lote de vacinas, Apucarana irá finalizar a vacinação na faixa etária de 75, 76 e 77 anos de idade, para os que ainda não foram imunizados, mas a falta de uma programação de vacinação de forma mais responsável e profissional deixou muitos apucaranenses indignados.

Inclusive existem suspeitas de que servidores municipais poderiam ter “furado a fila” da vacinação, aí falta vacinas para o grupo de risco.

Deixe seu comentário