Foto: Reprodução / OAB-PR / Arquivo

20/02/2022

A advogada Eloisa Maria Reis Guimarães, 37 anos, foi executada a tiros em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, na noite de sexta-feira (18). A assistente dela, que estava junto no carro, também foi baleada, mas foi socorrida com vida pelo Siate.

Informações dão conta que a advogada e sua assistente levavam uma cabeleireira amiga delas em casa, no bairro Buenos Aires, quando foram abordadas pelos criminosos. Assim que pararam o carro em cima da calçada, Rua Doutor Artur João de Maria Ribeiro, para o desembarque da cabeleireira, foram abordadas. Os bandidos deram vários tiros de pistola calibre 9 milímetros em Eloísa.

Quando a Polícia Militar chegou, encontrou o carro da advogada ainda na calçada e Eloísa caída logo ao lado da porta do motorista, já sem vida. A assistente ainda estava baleada no carro.

Nada foi levado das vítimas, o que pode sugerir uma execução. A Polícia Civil já iniciou as investigações do caso e informou que estão sendo realizadas perícias e diligências investigativas para a devida elucidação. A Ordem dos Advogados do Brasil, seção Paraná (OAB-PR) confirmou a identidade da advogada e acompanha o caso. As informações são do portal Ric Mais.

Foto: Reprodução / OAB-PR / Arquivo

 

Deixe seu comentário