O advogado Antonio Carlos Juliano foi assassinado após show do cantor Fabio Jr. em Sorocaba, interior de SP

31/07/2022

Antonio Carlos Juliano foi espancado com chutes e socos; agressor ainda pisou na cabeça da vítima. Suspeito foi preso.

O advogado Antônio Carlos Juliano, de 63 anos, morreu após ser agredido em um show do cantor Fábio Jr., no Clube de Campo de Sorocaba, na madrugada deste sábado (30).

Segundo as informações apuradas pela Polícia Civil e Militar, um homem — identificado como Leandro Luiz Manrique, de 43 anos — agrediu com chutes e socos a vítima, além de ter pisado na cabeça de Juliano quando ele já estava caído no chão.

Após a agressão, um amigo da vítima e seguranças do estabelecimento conseguiram encerrar a confusão. Uma equipe de atendimento médico contratada realizou o atendimento do advogado e ele foi encaminhado a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O agressor, o empresário Leandro Luiz Manrique, de 43 anos, foi preso pelos policiais militares ainda no interior do clube. Ele apresentava ferimentos leves. O suspeito alegou que tinha sido empurrado pelo advogado e revidou a agressão. Testemunhas relataram que ele teria chutado a cabeça da vítima já caída. Manrique foi levado para o plantão da Polícia Civil e autuado em flagrante por homicídio. À tarde, durante audiência de custódia, a justiça converteu a prisão temporária em preventiva. O suspeito foi levado para uma unidade prisional.

Deixe seu comentário