03/08/2019

O vice-governador Darci Piana se reuniu nesta sexta-feira (2), no Palácio Iguaçu, com representantes da Corporação de Investimento Privado no Exterior (Opic, da sigla em inglês), que tem interesse em apoiar projetos de investimento do Estado.

Uma das instituições presentes na última edição do Paraná Day, que aconteceu em julho em Nova York, a agência do governo norte-americano ajuda empresas dos Estados Unidos a investir em países emergentes.

A reunião contou com a presença da consultora sênior no Hemisfério Ocidental da Opic, Kristie Pellecchia; a vice-presidente interina do Gabinete de Política Institucional da entidade, Anne Lesser; e o cônsul-geral adjunto dos Estados Unidos em São Paulo, Max Hamilton.

Piana explicou que o Estado abrirá concessões em diversos setores da infraestrutura, como de ferrovias, aeroportos, portos e rodovias, além de oferecer oportunidades nas áreas da saúde, meio ambiente e segurança pública. Recentemente, o governador Carlos Massa Ratinho sancionou a lei que regulamenta as Parcerias Público Privadas, que dá segurança para quem quer investir no Estado.

“Serão muitas oportunidades para quem quer investir no Paraná. Como o Governo do Estado não tem condições de arcar sozinho com os investimentos na infraestrutura, vai trabalhar junto com o setor privado para tirar essas obras do papel”, disse o vice-governador. “Estamos estreitando o relacionamento com todos os países que queiram e entendam que o Paraná é o melhor Estado para se investir no Brasil”, afirmou.

Para Kristie Pellecchia, a apresentação do Governo do Estado durante o Paraná Day deixou uma boa impressão para os investidores estrangeiros. “Ficamos muito impressionados com o profissionalismo e a atenção colocada pelo Estado para atrair capital privado. Viemos para cá para ver como podemos participar dos projetos de concessão que serão abertos no Paraná”, afirmou.

MULHERES EMPREENDEDORAS – A consultora da Opic ressaltou que, além dos projetos de infraestrutura, a entidade também tem interesse em apoiar o Banco da Mulher Empreendedora. O projeto é da Fomento Paraná, que criará uma linha de crédito com juros baixos para mulheres que queiram investir no negócio próprio.

“Como instituição de desenvolvimento do governo americano, nós provemos ferramentas de financiamento que ajudam os investimentos em países emergentes, incluindo instituições que estimulam negócios de mulheres”, disse Pellecchia. “Já financiamos projetos nesta área de um banco brasileiro, que também oferece crédito para empreendimentos de mulheres”, destacou.

PRESENÇAS – O secretário do Planejamento, Valdemar Bernardo Jorge; e o presidente da Paraná Desenvolvimento, Eduardo Bekin, também acompanharam a reunião.

Campartilhe.

Sobre o Autor

**** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal do Canal 38 pelo Whatsapp: (43) 9 8447-1929 ****

Deixe Um Comentário