19/01/2020

Ainda na cadeiras de rodas, um andarilho que passou mal, em Campo Mourão, no centro-oeste do Paraná, reencontrou na sexta-feira (17) a cadela que entrou em uma ambulância para o acompanhar até Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Belinha acompanhou dono que passou mal até a UPA de Campo Mourão.

“Se eu sair daqui, ela sai junto comigo. O lugar que eu ficar, ela também fica. Se não cabe ela, não cabe eu. Sempre juntos”, disse Joaquim Duarte. Um vídeo gravado na noite de quarta-feira (15) mostra a cadela “Belinha” acompanhando o homem.

Duarte, de 49 anos, sofreu um ferimento na cabeça, de acordo com a UPA da cidade. Ele já havia sido atendido na terça-feira (14), mas passou mal outra vez e precisou ser atendido novamente.

Para fazer o atendimento, os socorristas tiveram que deixar a Belinha entrar na ambulância e acompanhar o andarilho até o hospital.

Ao chegar no local, a cadela foi impedida de entrar na UPA. Um vídeo gravado na manhã de quinta-feira (16) mostra a cadela chorando e aguardando pelo dono na porta da unidade.

Os funcionários da UPA ficaram comovidos com a atitude de Belinha e improvisaram uma casinha para ela no fundo do prédio, com cama, água e comida. Uma ONG de protetores de animais pagou a castração da cadela e deve ficar com ela até que o dono receba alta hospitalar.

Fonte: G1/Paraná

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui