22/08/2019

O secretário de finanças do SINDSPA, Hermes Machado, que seguidas vezes tem se manifestado na imprensa denunciando a forma truculenta do presidente André Joaquina no comando do sindicato que representa os servidores públicos municipais de Apucarana, foi removido da área central e do horário noturno, onde o mesmo prestava serviços para a AMS na Farmácia 24 horas, setor da UPA de Apucarana, para o postinho de saúde de Pirapó, conforme registrou nossa equipe em flagrante na tarde desta quarta-feira (21), em Apucarana.

Para a nossa reportagem Hermes Machado disse que é servidor público há quase 18 anos e sempre esteve a disposição da empresa pública, no caso a autarquia municipal de Saúde, AMS, para trabalhar onde esta entender: “No horário noturno eu tinha as tardes livres para atender o sindicato, mas em horário comercial fica mais difícil o trabalho sindical. Contudo cabe a mim se adaptar a esta nova realidade” disse Hermes ao Portal de notícias do canal 38.

Hermes disse que irá informar ao sindicato sobre sua condição e espera que o mesmo tome as providências necessárias para que ele consiga retornar ao setor anterior ou discutir novamente sua liberação para o sindicato: “já disse ao presidente que não tenho interesse em ajuda de custo caso eu retorne ao sindicato na condição de liberado. Esse pagamento tem se tornado o foco principal de quem está lá dentro e não as necessidades dos servidores, como deveria ser” disse Hermes.

REUNIÕES EM HORÁRIOS INADEQUADOS

A nova tática do presidente André Joaquina para fugir de ser questionado pelos associados e dirigentes do SINDSPA é agendar as reuniões em horários de expediente da maioria dos servidores: às 14:30. A reunião ocorrida em 08/08/2019 foi nesse horário e há uma convocação anterior a esta, no mesmo horário também. Segundo o tesoureiro Hermes Machado quatro dos sete Dirigentes do SINDSPA, incluindo ele, trabalham nesse horário e apenas os dirigentes liberados, o presidente, a vice e a secretária, é quem podem acompanhar as reuniões antes das 17h00. “Antes das 17 dependemos de liberação das nossas coordenações e depois temos que repor horas, o que atrapalha bastante. Não vejo outra razão para agendar as reuniões nesses horários a não ser tentar evitar o escrutínio dos associados” disse Hermes

O caso está parecendo uma novela mexicana, sem uma resposta solução concreta para os associados.

Com a palavra André Joaquina.

Campartilhe.

Sobre o Autor

**** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal do Canal 38 pelo Whatsapp: (43) 9 8447-1929 ****

Deixe Um Comentário