16/07/2021

Coletas de amostras de água têm sido feitas regularmente por determinação do Ministério Público.

Técnicos do Instituto Água e Terra do Paraná (IAT), antigo IAP, coletaram nesta quinta-feira (15/07) amostras de água em três pontos do Lago Jaboti. O monitoramento periódico atende determinação do Ministério Público Estadual, por iniciativa da promotora Fernanda Lacerda Trevisan Silvério, em processo instaurado ainda em 2018.

O principal problema no lago – formado por três cursos de água – detectado há alguns anos, são lançamentos clandestinos de esgoto sanitário em galerias pluviais, que acabam caindo no Jaboti.

Em análises preliminares dos técnicos do IAT – que devem ser oficialmente confirmadas em laudos de laboratório – foram avaliados em dois pontos de coleta, amostras de água de ótima e outra com nível de boa qualidade. Já num terceiro ponto a avaliação foi de água de qualidade ruim. As ligações clandestinas de esgoto sanitário na rede de galerias de águas pluviais é um problema muito antigo na região que vem sendo monitorado pelo Ministério Público, a Sanepar e o IAT.

Deixe seu comentário