11/04/2021

Médicos da região que analisaram os números de mortes provocadas pela Covid-19 desde o início da pandemia em Apucarana, explicaram neste sábado (10) que a média da taxa de letalidade (número de mortos em relação ao número de pessoas infectadas pela doença em Apucarana é maior do que as médias verificadas em outras cidades do mesmo porte no Estado e até a média de letalidade no Paraná e no País.

Veja abaixo como é feito o cálculo da taxa de letalidade:

Apucarana – 220 óbitos x 100 / 8.816 (número de pessoas infectadas) = 2,495%
Arapongas – 316 óbitos x 100 / 13.779 (número de pessoas infectadas) = 2,293%
Paraná – 18.875 óbitos x 100 / 876.064 (número de pessoas infectadas) = 2,154%
Brasil – 348.718 óbitos x 100 : 13.373.174 (número de pessoas infectadas) = 2,607%

No Brasil a taxa de letalidade é superior à registrada em Apucarana porque tem elevação significativa por conta do grande número de óbitos registrados em São Paulo e nas regiões Norte e Nordeste, mas a cidade é uma das maiores do Brasil.

Os médicos acrescentaram que a taxa de letalidade (tendência a maior número de óbitos) difere da taxa da mortalidade, que é calculada pelo número de mortos em relação a cada 100 mil habitantes, portanto segue outro parâmetro de análise. Um experiente médico ouvido pelo portal 38 News avalia que a média da taxa de letalidade por Covid-19 em Apucarana, superior à registrada em Arapongas, outras cidades do mesmo porte no Estado e no Paraná como um todo pode ter relação com a forma como o tratamento da doença vem sendo realizado na cidade que, em tese, poderia ter um ajuste ou adequação por parte da Autarquia Municipal de Saúde para que esse número de mortos por Coronavírus no município apresentasse redução, no comparativo com o número de pacientes que contraíram a doença na cidade.

A Autarquia Municipal de Saúde (AMS) e a 16ª Regional de Saúde de Apucarana ainda não se manifestaram sobre a taxa de letalidade por Covid-19 registrada no município.

Os índices demonstram que em nada ajuda a cidade ter o ex-prefeito Beto Preto como secretário da Saúde do Paraná, pois a saúde Pública de Apucarana está doente.

Deixe seu comentário