31/05/2021

Imunização também avança nos próximos dois dias para os portadores de HIV com idade de 35 anos a 39 anos.

Amanhã (1) e quarta-feira (2) Apucarana realiza a vacinação da primeira dose contra a Covid nos grupos das comorbidades de 35 anos a 39 anos. A imunização acontece no Complexo Esportivo Lagoão, pelo sistema drive-thru e dentro do ginásio para os que chegam a pé, de 8h30 às 17 horas.

A vacinação também avança nesta terça-feira e quarta-feira para os portadores de HIV com idade de 35 anos a 39 anos. Para esse público a imunização é realizada no NATTA, localizado na Rua Jamil Soni, ao lado da sede da Guarda Municipal, no horário de 8h30 às 15h30. Será necessário apresentar o cartão do SUS ou CPF e um documento com foto e ainda o cartão de retirada de medicamentos anti retroviral.

O plano municipal de vacinação classificou as comorbidades em 10 grupos. O dos deficientes físicos, no qual estão incluídas pessoas com limitação motora, surdos, cegos, amputados, tetraplégicos, paraplégicos, entre outros. No momento da vacinação esse público deve apresentar um documento comprobatório como cartão gratuidade, cartão da Adefiap, RG com descrição ou ainda laudo médico com data inferior a 6 meses.

Ao grupo das pessoas com deficiência intelectual permanente (síndromes mentais diversas) é solicitado o laudo médico com data inferior a 6 meses ou o cartão da APAE. Quanto aos autistas é preciso o laudo médico com data inferior a 6 meses ou carteirinha de autista expedido pelo município, estado ou governo federal.

Já o público com obesidade mórbida, com IMC (Índice de Massa Corporal) igual ou maior que 40 terá o cálculo do IMC feito no momento da vacinação por nutricionistas e educadores físicos.

A vacinação também será para pacientes com doenças autoimunes, o como LUPUS, ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), EM (Esclerose Múltipla), Artrite Reumatoide, Polimialgia Reumática, entre outras. Na imunização dos pacientes oncológicos estão incluídos aqueles que realizaram ou realizam tratamento de quimioterapia, radioterapia ou hormonioterapia nos últimos seis meses.

Esses dois públicos devem ter em mãos uma declaração médica com data inferior a 6 meses, que no caso dos pacientes oncológicos pode ser substituída pela carteirinha da oncologia.

Nos próximos dois dias ainda serão vacinados hipertensos e diabéticos mediante apresentação do Cartão Hiperdia ou declaração médica original. Aos diabéticos também há a opção de mostrar o cartão de insulina que é emitido pela 16ª Regional de Saúde ou Autarquia Municipal de Saúde ou ainda pelo Programa Farmácia Popular.

A imunização também está aberta para pacientes transplantados, pessoas doenças cardiovasculares, cirrose hepática, anemia falciforme, talassemia maior e quem teve AVC. Eles necessitam de uma declaração médica com data inferior a 6 meses.

As pessoas com pneumopatias crônicas graves estão entre as pessoas que poderão tomar a vacina com a apresentação de laudo médico com data inferior a 6 meses.

Entre as pneumopatias constam doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose cística, fibrose pulmonar, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave.

Além da documentação especificada para cada grupo, ainda será exigido de uma forma geral o cartão do SUS ou CPF e um documento com foto.

Deixe seu comentário