19/03/2021

Deputado argumenta que esta seria uma maneira de minimizar o impacto negativo dos efeitos da pandemia da Covid-19 sobre esses trabalhadores.

O deputado Arilson Chiorato (PT) solicitou auxílio financeiro emergencial para os trabalhadores músicos e demais profissionais do setor de eventos. O requerimento, protocolado nesta semana e encaminhado para a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, tem por objetivo amparar todos os profissionais que comprovadamente trabalham com eventos.
“O requerimento engloba músicos, técnicos de som, luz e figurino, cenotécnicos, produtores, montadores de palcos, cerimonialistas, decoradores, recepcionistas, fotógrafos e cinegrafistas de eventos, além de artistas de rua e profissionais de circo, dentre outros profissionais que perderam seus empregos ou suspenderam seus empreendimentos individuais desde a decretação de calamidade pública em razão dos efeitos da pandemia do Covid-19”, explica.
Na avaliação de Arilson, o requerimento justifica-se diante da necessidade pública de atuação do Poder Público para minimizar o impacto negativo dos efeitos da pandemia de coronavírus sobre os trabalhadores do segmento de eventos e músicos autônomos, que atuam em bares, restaurantes, casas de shows, teatros, atividades de suporte a eventos familiares, profissionais e corporativos, dentre outros.
“Esses setores foram impactados diretamente pela pandemia e não podem ser esquecidos. Inúmeros estabelecimentos foram fechados, deixando milhares de pessoas sem renda. Não podemos abandonar aqueles que têm como profissão proporcionar mais alegria aos nossos dias”, afirma.
Arilson observa que este tipo de auxílio já ocorre em outras regiões do Brasil. “O governo do Ceará formulou auxílio financeiro da mesma categoria, igualmente direcionado para os trabalhadores desempregados do setor de eventos, mostrando que é possível amparar a todos”, defende.

Deixe seu comentário