15/07/2019

O assessor está sendo investigado pela Polícia Civil por pedofilia. Na última quarta-feira a equipe da 17ª SDP de Apucarana, cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do suspeito e nas dependências da Prefeitura de Novo Itacolomi.

A equipe de policiais civis da 17ª (Subdivisão Policial) de Apucarana, cumpriu mandado de busca e apreensão nas dependências da prefeitura de Novo Itacolomi, e na residência do servidor, e apreendeu um computador dentre outros objetos, do assessor ocupa cargo de confiança no Município. Os policiais conduziram o investigado para prestar depoimento na delegacia de Apucarana.

O delegado-chefe da 17ª (Subdivisão Policial) de Apucarana, Dr. Gustavo Dante, no dia da apreensão, concedeu entrevista ao programa Patrulha da Cidade do Canal 38 e disse “Hoje pela manhã, equipe nossa da 17ª SDP através de algumas denúncias, uma investigação que está sendo realizada, deslocou até a cidade de Novo Itacolomi, onde fez a apreensão de um computador que vai ser periciado, para apuração dos fatos, trata-se de uma investigação envolvendo pedofilia, envolvendo menores de idade, envolvendo um maior de idade,  nós no momento não vamos divulgar os nomes das pessoas até para não expor essas vítimas, para não expor também essa pessoa que está sendo investigada” disse o delegado.

A reportagem não obteve detalhes oficiais, devido o caso estar sendo ainda investigado, trata-se de uma denúncia de pedofilia, o caso causa uma revolta muito grande entre os moradores da pequena cidade de Novo Itacolomi.

Segundo um servidor que denunciou ao Portal de Notícias do Canal 38 “Esse servidor é investigado pela  praticar crime de pedofilia, inclusive dentro da repartição pública, em Novo Itacolomi. A Polícia Civil de Apucarana, esteve realizando busca e apreensão e apreendeu um computador na última quarta-feira (10), é uma vergonha, pois, o prefeito até o momento sequer afastou o servidor do cargo, ao invés de cuidar da imagem do município, o assessor está envolvido nesse tipo de crime” disse o servidor.

Segundo informações extraoficiais obtidas pela reportagem, o servidor teria mandado fotos e mantido conversas inapropriadas com uma criança de apenas 10 anos de idade, a mãe da criança teria tomado conhecimento do fato, e flagrado as mensagens do servidor tentando marcar encontro com o filho, imediatamente ela denunciou o fato no destacamento da Polícia Militar (PM) de Novo Itacolomi e a denúncia foi encaminhada para a 17ª (Subdivisão Policial) de Apucarana, que tomou as providências necessárias e solicitou a justiça que concedeu os mandados de busca e apreensão que foram cumpridos na cidade.

A reportagem do Portal de Noticias do Canal 38, manteve contato com o servidor suspeito de pedofilia, com o menino de 10 anos, ele disse que não iria se pronunciar sobre as acusações.

As investigações do caso está sendo comandada pelo delegado-adjunto da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, Dr. Marcos Felipe da Rocha Rodrigues, que pode pronunciar sobre o caso nos próximos dias.

Lei

O Estatuto da Criança e do Adolescente considera crime o ato de “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”. A lei considera criança a pessoa de até 12 anos de idade.

Campartilhe.

Sobre o Autor

**** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal do Canal 38 pelo Whatsapp: (43) 9 8447-1929 ****