23/04/2020

A falta de chuva e a vegetação seca têm favorecido a ocorrência de diversos incêndios ambientais, popularmente conhecidos como queimadas, em Apucarana e região nos últimos dias.

Nesta quinta-feira (23) os Bombeiros de Apucarana já foram acionados para combater incêndios em uma casa desocupada na Avenida Santa Catarina, e em veículo no Parque da Raposa (a ocorrência ainda está em andamento), além dois incêndios ambientais.

A primeira queimada ocorreu às 10h43, em terreno na Rua Mari Curie, na Vila Brasil. Segundo os Bombeiros, as chamas foram apagadas rapidamente e sem maiores problemas.

Já as 12h56, os Bombeiros foram solicitados a comparecer na saída de Apucarana para Cambira (km 1 da BR-369), onde o fogo consumia uma área significativa de vegetação. Uma grande nuvem de fumaça podia ser vista de vários pontos da cidade.

Os Bombeiros agiram rápido para apagar o fogo e evitar consequências mais desastrosas, pois o local fica ao lado da rodovia e a fumaça poderia prejudicar a visibilidade para os motoristas que trafegam pelo local, potencializando os riscos de acidentes de trânsito.

ESTIAGEM E ALERTA
O Corpo de Bombeiros destaca ainda que a chegada do outono os preocupa, porque é comum o aumento de focos de queimadas por conta da estiagem. A maioria das ocorrências acontece em terrenos baldios e fundos de vale. As queimadas podem se alastrar e atingir outros imóveis, além de causar problemas respiratórios em razão da fumaça.

A recomendação nesses casos é manter contato com o Corpo de Bombeiros rapidamente pelo fone 193. As queimadas são crimes ambientais, que podem resultar em penas de seis a quatro anos de reclusão, além de multa.

Deixe seu comentário