Fotos: Felipe - Repórter Selvagem /Repórter do Canal 38

22/07/2021

As buscas às vítimas do naufrágio de barco no Rio Ivaí, que aconteceu no último domingo, 18, entraram no quinto dia. Nesta quinta-feira, 22, o trabalho foi retomado no início da manhã e as equipes ganharam mais um reforço: drones.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os socorristas que estão no local vão intensificar as buscas na área onde foram encontrados quatro corpos nesta quarta-feira, 21. O trecho do rio onde as vítimas foram localizadas fica próximo ao ponto onde está instalada a base de operações das equipes.

Além disso, os profissionais também farão buscas na região de mata em volta do rio. Os drones poderão auxiliar as equipes em todo o espaço delimitado para buscas.

Os bombeiros agora trabalham para localizar as duas últimas vítimas do acidente de barco: Nicolas Pacagnan Fernandes, de 8 anos, e Patrícia Miranda da Silva, de 33 anos.

Nicolas estava no barco acompanhado do pai, Adalberto Fernandes Galice, de 42 anos, e da irmã mais nova, Sophia Pacagnan Fernandes, de 4 anos, cujos corpos já foram localizados.

Patrícia estava acompanhada do marido, Alberony Menegassi de Souza, de 41 anos, e da filha Heloísa Menegassi de Souza, de 3 anos. Os corpos de Alberony e Heloísa também já foram localizados.

As quatro vítimas resgatadas nesta quarta-feira começaram a ser veladas nesta quinta. Adalberto e Sophia estão sendo velados na capela do Sistema Prever no Jardim Alvorada, em Maringá. Já o velório de Alberony e Heloísa ocorre a partir das 10h na capela do distrito de Jacutinga, em Ivaiporã.

A tragédia
O acidente aconteceu no Rio Ivaí, no distrito de Ubaúna, em São João do Ivaí. Segundo relato dos sobreviventes aos bombeiros, o motor do barco parou de funcionar perto de uma região conhecida como Salto dos 3 Poços. Sem motor, o barco teria sido levado pela correnteza e virou logo depois. Das nove pessoas que estavam no barco, somente três conseguiram sair.

É um casal e uma criança, de 3 anos, moradores de Sarandi. O casal conseguiu se segurar no barco tombado e a criança se pendurou no pescoço da mãe, segundo informações do próprio casal. Eles conseguiram chegar no barranco e foram resgatados por moradores locais. A criança estava com quadro de hipotermia, devido ao frio, mas foi socorrida e já recebeu alta. Com informações de André Amaral, Felipe Repórter Selvagem do Canal 38.

Deixe seu comentário