03/10/2019

Redes Sociais ganham destaque na cor Rosa reforçando a conscientização e a importância sobre o Câncer de Mama e Colo de Útero.

Foto: Assessoria de Imprensa / Câmara Municipal de Apucarana

Em comemoração ao “Outubro Rosa”, mês que destaca a importância da conscientização sobre o câncer de mama e câncer de colo de útero, a Câmara Municipal de Apucarana, alterou sua identidade visual. Em vez do tradicional fundo branco na bandeira de Apucarana, aparece o Rosa, ação que reforça a atuação de mídia do legislativo apucaranense em defesa do Outubro Rosa. O site oficial também foi alterado.

O objetivo, segundo o presidente da Câmara, professor Luciano Molina, é alertar para a importância da realização de exames e do diagnóstico precoce para o tratamento da doença. “O Câncer de Mama acomete cerca de 60 mil brasileiras por ano. Temos que incentivar e conscientizar as pessoas da importância da prevenção. Acreditamos que é um tema relevante e, esse é o momento de unirmos força e entrarmos nessa luta junto com o Governo do Estado que lançou a Campanha Paraná Rosa, em parceria com o Município que oferece atendimento nas Unidades Básicas de Saúde e nós, como vereadores, que fazemos a nossa parte, levando as informações e auxiliando, sempre que necessário, as pessoas que precisam, conscientizando da importância de fazer os exames”, lembrou Molina.

Segundo ele, também será programado, na Câmara Municipal, um dia para que os servidores e vereadores, usem uma peça de roupa rosa ou até mesmo um laço rosa na roupa para marcar a data. “Em outubro a cidade fica cor de rosa, o Paraná e o Brasil ficam cor de rosa e a Câmara não pode ficar de fora dessa luta”, ressalta.

Outubro Rosa existe desde 1997 e promove ações voltadas à prevenção do câncer de mama e do câncer de colo de útero, além do diagnóstico precoce dessas doenças.

MELHOR REMÉDIO

Os exames preventivos e de diagnóstico são de fácil acesso e estão disponíveis o ano todo pelo SUS. Segundo o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, o Outubro Rosa dá destaque à causa, mas os exames devem ser feitos a qualquer momento nas Unidades Básicas de Saúde. “A prevenção ainda é o melhor remédio, pois se descoberto no início, as chances de cura do câncer são grandes”, destaca Beto Preto.

A mamografia deve ser realizada a cada dois anos em mulheres de 50 a 69 anos. Fora da faixa etária e periodicidade, o exame é recomendado somente para mulheres com sinais ou sintomas de câncer de mama, como nódulo, retração do mamilo e outros, ou com histórico familiar em parente de primeiro grau, como mãe, irmã ou filha.

Em relação ao câncer de colo de útero, a recomendação é que seja realizado em todas as mulheres que já iniciaram a vida sexual. Os dois primeiros exames com intervalo de um ano e, se os resultados forem normais, os próximos podem ser realizados a cada três anos.

NÚMEROS

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), em 2018 o Brasil registrou 59.700 novos casos de câncer de mama. No Paraná foram 3.730 casos. O número de óbitos em decorrência da doença alcançou 1.012 mulheres no Paraná no ano passado. Até de junho deste ano, o Estado realizou 144.409 mamografias e 295.676 exames preventivos de colo de útero. Para oferecer os testes, o Paraná conta com 179 mamógrafos SUS distribuídos nas 22 Regionais de Saúde.

Simone Penharbel – Assessoria de Imprensa / Câmara Municipal de Apucarana

Campartilhe.

Sobre o Autor

**** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal do Canal 38 pelo Whatsapp: (43) 9 8447-1929 ****

Deixe Um Comentário