26/05/2021

Algumas unidades aproveitaram a campanha para recolher doações para entidades beneficentes.

A campanha de vacinação contra a gripe 2021, do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR), já foi levada a mais de 30 Comarcas.

Muitas receberam a campanha pela primeira vez, como destacou o Juiz da Vara Criminal e Anexos da Comarca de Capanema, Dr. Ferdinando Scremin Neto: “Dia histórico na Comarca de Capanema, pela primeira vez em 13 anos de magistratura vejo servidores sendo vacinados nas dependências do Fórum às expensas do TJPR. Segundo o oficial de justiça mais antigo é igualmente a primeira vez na história da Comarca que isso ocorre. Nosso muito obrigado ao Presidente do TJPR pela humana iniciativa.”

Algumas Comarcas, como Curitiba e Londrina, aproveitaram a campanha para receber doações de alimentos e produtos de higiene e limpeza. Em Londrina, a campanha ‘Vacina do Bem’ arrecadou 453 kg de alimentos, além de diversos itens de higiene, que foram destinados a duas instituições.

A Casa do Caminho recebeu 283 kg de alimentos, além de produtos de higiene. A instituição mantém uma escola que atende crianças desde o berçário até a educação infantil, ajudando pais que precisam trabalhar e não têm com quem deixar seus filhos. No momento, as aulas presenciais estão suspensas, mas a Casa do Caminho continua ajudando as famílias com alimentos.

Além disso, a organização também mantém a Casa da Sopa e fornece refeições a pessoas carentes, especialmente, em situação de rua. Durante a pandemia, para evitar aglomeração, não estão servindo refeições no local, mas entregando marmitas, chegando a atender 200 pessoas.

O Grupo Amor ao Próximo, a outra instituição beneficiada, recebeu 170 kg de alimentos, além de produtos de higiene. No local são atendidas famílias carentes, que recebem cestas de alimentos. As famílias são cadastradas de acordo com os critérios da instituição, havendo, inclusive, famílias do Município de Jataizinho.

“Um dos motivos para a escolha desse grupo é que uma servidora nossa, a oficial de justiça Michele Campos, participa do projeto como voluntária, o que nos dá a segurança de que se trata de um trabalho sério e que os alimentos chegarão a pessoas que realmente necessitam”, afirmou o Juiz Diretor Geral do Fórum de Londrina, Dr. Luiz Valerio dos Santos. Fonte:TJPR

Deixe seu comentário