16/10/2020

O candidato a prefeito e o vereador da zona rural Correia de Freitas, que tenta se reeleger para mais um mandato no Legislativo Municipal, passaram por uma situação de constrangimento e vergonha recentemente, durante reunião com moradores da Vila Rural Nova Ukrania e da Vila Nossa Senhora da Conceição, em Apucarana.

Moradores dos bairros não pouparam cobranças a respeito de promessas não cumpridas dos dois políticos em relação ao asfalto que ambos afirmaram que seria feito em vias públicas. Também houve reclamação sobre o Serviço de Saúde Pública. As pessoas que residem nos dois bairros já não aguentam mais o descaso de como são tratadas e afirmam que tais políticos não honram suas palavras. Elas já não acreditam mais em promessas.

“Tem que dar atenção para nós porque a gente precisa, pagamos impostos não é só porque você está aqui hoje. A gente precisa em primeiro lugar de Saúde, a Saúde aqui na Vila Rural Nova Ukrania tá zero. E tem também a promessa de asfalto para a Vila Rural Nova Ukrania e Vila Nossa Senhora da Conceição. Lembram que nós apoiamos vocês e o que temos aqui na Vila Rural Nova Ukrania? Poeira e barro. Ficam colocando cascalho e isso não adianta, já estamos cansados. Essa foi a primeira Vila Rural construída em Apucarana e não tem asfalto e as outras têm. Por quê isso? Pagamos impostos como todo mundo, também temos nossos direitos e deveríamos ter mais respeito porque o nosso dinheiro vale igual ao dos outros”, afirmou a moradora Keli.

Já segundo Carina Silva, que reside na Vila Nossa Senhora da Conceição, próximo à Vila Rural, tais políticos fazem reuniões nas casas das pessoas em época de eleição, mas não cumprem com as promessas e não honram as suas palavras. “O nosso problema é que em tempo de eleição todos procuram a gente, prefeito, vereadores. Aí eles ganham e nós somos abandonados por 4 anos na Vila Rural Nova Ukrania e Vila Nossa Senhora da Conceição, onde eu moro na rua principal. Jogam piçarra e isso não adianta; olha esse beiral como fica, as crianças e idosos com bronquite sofrem com a poeira. Prometeram asfalto independente se ganhassem ou não. Por que agora vem aqui pedir votos, já que nada foi cumprido?”, questiona Carina.

Após ouvirem as cobranças e reclamações dos moradores os políticos “engoliram seco” e foram embora. Veja matéria postada no Facebook com mais de 11 mil visualizações em poucas horas após publicado.

 

Deixe seu comentário