29/08/2021

A Catedral de Maringá, principal símbolo turístico e religioso da cidade, tem um cemitério vertical com mais de mil vagas disponíveis para sepultamento. O cemitério fica no 10° andar da igreja e recebe restos mortais de maringaenses há pelo menos 20 anos, segundo a Arquidiocese de Maringá.

No entanto, muitos moradores desconhecem essa informação, já que as escadarias que dão acesso ao mirante estão fechadas para obras de revitalização.

De acordo com o padre Dirceu Alves do Nascimento, pároco da Catedral de Maringá, o cemitério é muito especial, já que na Catedral são celebradas três missas diárias. O religioso disse que qualquer pessoa que queira adquirir um espaço para sepultamento dentro da igreja pode procurar a secretaria da Catedral e fazer a aquisição.

“Qualquer família que quiser adquirir uma dessas gavetas pode adquirir. É só fazer um contrato com a Catedral. Cada gaveta cabe três urnas. Eu acredito que se tratando de cemitério esse é o melhor lugar porque na Catedral temos três missas por dia e cinco no domingo. Acho que a Catedral é um lugar muito especial para deixar o ente querido”, disse o pároco da Catedral de Maringá.

O cemitério só recebe ossos ou cinzas. Não há sepultamento de corpos no local. O custo, segundo o padre, é de três salários mínimos, o equivalente a cerca de R$ 4.500. “Neste valor já estão incluídas as taxas de manutenção por 20 anos”, disse o padre Dirceu.

O padre não informou quantas pessoas foram sepultadas no local, mas são centenas segundo a apuração da reportagem no cemitério. Pelo menos cinco pessoas foram sepultadas neste ano no cemitério vertical da Catedral de Maringá e todas foram cremadas. Fonte: Fábio Guillen/gmconline.com.br

Veja abaixo o vídeo do cemitério vertical da Catedral de Maringá

Deixe seu comentário