17/12/2019

Equipamento para otimizar o armazenamento e o transporte dos recicláveis será licitado pela prefeitura com recursos viabilizados pelo deputado Arilson Chiorato.

O deputado Estadual Arilson Chiorato destinou R$33 mil em emenda parlamentar para a Prefeitura de Apucarana adquirir uma prensa hidráulica. A máquina será repassada à Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Apucarana (Cocap) para garantir maior capacidade de produção aos 45 cooperados. A liberação dos recursos, via Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, aconteceu nesta terça-feira (17/12), no Palácio Iguaçu, em ato comandado pelo governador Ratinho Júnior.

Presente no evento, o prefeito Júnior da Femac disse que a Cocap desenvolve um trabalho relevante para a sociedade. “A reciclagem de materiais plásticos e de papel é uma das chaves para garantirmos a sustentabilidade ambiental e darmos mais vida útil ao nosso aterro sanitário. Agradeço ao Deputado Arilson por ter destinado estes recursos e aos seus assessores Thaís e Louan, pelo acompanhamento do projeto. Esta máquina vai ajudar muito a todos os cooperados”, disse o prefeito.

A prensa hidráulica, explica Júnior, é um item essencial para otimizar tanto o armazenamento, quanto o transporte dos recicláveis de papel e plástico recolhidos pela cooperativa. Com a garantia dos recursos, a prefeitura vai agora realizar uma licitação para aquisição do maquinário que, segundo afirma o interventor da Cocap, Antônio Roberto Nogueira, o Tonhão, será de grande utilidade. “A prensa que temos é bastante antiga, precisa de constante manutenção e já não tem a pressão adequada. Os fardos estão saindo com mais de 500 quilos cada, quando deveriam ficar entre 300 ou 400 quilos”, explica.

Assim que o novo equipamento estiver à disposição, conta Tonhão, será possível realizar os consertos necessários no equipamento em uso. “Com apenas uma prensa, fica difícil paralisarmos as atividades para manutenção, pois a assistência técnica demora até 10 dias para resolver. Com a nova prensa vamos ter condições logísticas para recuperar a antiga e assim trabalharmos mais tranquilos”, disse Tonhão. “Agradecemos ao prefeito Júnior da Femac e ao deputado Arilson Chiorato pelo investimento”, concluiu.

Divisão das sobras – O interventor da Cocap destacou o bom momento da cooperativa. “Neste último sábado, pela primeira vez na sua trajetória de 20 anos, a Cocap promoveu a divisão de sobras financeiras. Todos os meses nossos cooperados fazem retiradas e, neste ano, pudemos contemplar cada um com uma parcela extra, uma espécie de décimo terceiro onde cada colaborador recebeu um valor tendo como referência o tempo como cooperado e dias trabalhados ao longo do exercício”, informou Tonhão. Segundo ele, o ano de 2019 foi bastante positivo. “Em maio recebemos dois caminhões com carroceria baú zero quilômetro adquiridos pela administração municipal, o que possibilitou ampliarmos a coleta seletiva na cidade”, lembra. Os recursos foram via Fundo Municipal do Meio Ambiente, com liberação do Conselho Municipal do Meio Ambiente (COMMAP).

Fundada em 1999, dentro da proposta da Campanha da Fraternidade, para atender e organizar os catadores do antigo lixão de Apucarana, ao longo dos anos a Cocap foi se estruturando e ganhando apoio governamental. Atualmente é responsável por impedir que cerca de 250 mil quilos de lixo reciclável sejam levados ao aterro sanitário todos os meses.

Deixe uma resposta