05/07/2020

Um acidente de trânsito tipo colisão frontal, ocorrido na madrugada deste domingo (5), no km 197,8 da BR 376, no município de Marialva, entre Mandaguari e Marialva, envolveu um automóvel GM Kadett e um ônibus de turismo e provocou a morte de três mulheres.

De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na unidade operacional de Mandaguari, o GM Kadett com placas de Sarandi conduzido por um rapaz, tendo três mulheres como passageiras, seguia pela contramão de direção no sentido Marialva a Mandaguari. Pelas características locais, ainda segundo a PRF, tudo indica que o condutor deste veículo saiu da cidade de Marialva e não acessou o viaduto sentido Mandaguari, seguindo pela pista da esquerda até incorporar a rodovia de pista dupla pela contramão.

Relatos de uma testemunha que transitava com seu veículo pela rodovia sentido Maringá, dá conta que o Kadett transitava na faixa da direita pela contramão, e para não colidir frontalmente com seu veículo, guinou-se para o acostamento e o condutor do Kadett para a pista da esquerda próximo ao canteiro central. O ônibus, que seguia pela faixa da esquerda, não conseguiu desviar e colidiu frontalmente com este Kadett. Relato similar ao do condutor do ônibus, que transportava 20 passageiros. Todos os ocupantes do coletivo nada sofreram.

O motorista do ônibus relatou à PRF ele saiu com turistas de São Paulo e os levaria até Foz do Iguaçu. Ele foi submetido ao teste de alcoolemia que não apresentou ingestão de bebidas alcoólica.Os agentes da PRF não conseguiram aferir se o condutor do veículo Kadett tinha ingerido bebidas alcoólicas, devido seu estado grave em decorrência do acidente.

As vítimas ficaram presas às ferragens sendo necessário desencarcerá-las. Tanto o condutor como as passageiras do GM Kadett não portavam documentos de identificação.

Os corpos das vítimas fatais foram encaminhados ao IML de Maringá e o condutor do carro foi socorrido e levado em estado grave ao Hospital Universitário (HU) de Maringá. Até o momento o IML de Maringá ainda não divulgou a identificação das três mulheres. As informações são da PRF.

Deixe seu comentário