07/04/2021

A Companhia de Participações em Concessões (CPC), deu o maior lance e arrematou os aeroportos do Bloco Sul do Brasil no leilão que aconteceu nesta quarta-feira (07), na Bolsa de Valores de São Paulo. Entre eles está o Aeroporto Governador José Richa, de Londrina e o Afonso Pena, em Curitiba.

A empresa que deu o maior lance pertence ao grupo CCR, uma empresa que detém praças de pedágio, como a de Apucarana, perto de Londrina.

A empresa vai pagar R$ 2,128 bilhões. O ágio, a diferença entre o valor pedido e o pago, foi de 1.534,36%. Assim, a Companhia de Participações em Concessões vai também operar os aeroportos do Bacacheri, em Curitiba e de Foz do Iguaçu, no Paraná e Navegantes e Joinville, em Santa Catarina e Pelotas, Uruguaiana e Bagé no Rio Grande do Sul pelos próximos 30 anos.

“Temos que celebrar a ousadia,. Afinal, ouvimos que não daria certo licitar aeroportos em meio a uma crise econômica. Agradeço os grupos que participaram e os grupos que estão presentes. Vamos aumentar a infraestrutura e isso é fundamental no país”, disse o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

A partir do quinto ano de contrato, o grupo terá de pagar ao governo um percentual da receita obtida a cada ano, até o fim do contrato. Com o leilão, os aeroportos deixam de ser administrados pela Infraero e segundo o Governo federal, a expectativa é poder ampliar e modernizar a infraestrutura de forma geral até 2051.

Deixe seu comentário