18/04/2020

Telemedicina, receita médica online e entrega de testes da Covid-19 aos municípios estão entre as medidas dos últimos dias. Paraná também subiu para 3º em um ranking de transparência.

O Governo do Paraná manteve nesta semana o ritmo intenso de luta contra o novo coronavírus para minimizar os impactos na saúde da população e na economia. O Estado alcançou mais de 870 casos nesta semana (com 281 recuperados) e segue com obras em hospitais regionais, contratando novos leitos de UTIs e distribuindo medicamentos e EPIs para os municípios.

A semana ficou marcada pelo começo da operação da telemedicina, da possibilidade dos médicos emitirem receitas online, da entrega de testes rápidos para os municípios e de uma parceria com a Uber para facilitar a ida de doadores aos bancos de sangue. O Paraná também subiu para 3º em um ranking de transparência no combate contra a Covid-19.

O Estado ainda lançou um boletim econômico para informar a sociedade sobre os impactos do novo coronavírus na economia, disponibilizou mais R$ 600 milhões para obras de infraestrutura nos municípios e garantiu injeção extraordinária de R$ 319,3 milhões na saúde pública.

MEDIDAS DO GOVERNO

R$ 319,3 milhões

O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou crédito suplementar de R$ 319,3 milhões para a Secretaria da Saúde apoiar os municípios nas estratégias de enfrentamento contra o novo coronavírus. Os recursos serão usados para infraestrutura das unidades próprias, leitos contratados para apoiar o atendimento no sistema público, compra de equipamentos, materiais e pagamento do quadro funcional. Essa rubrica é resultado da interrupção do pagamento de seis meses das parcelas da dívida do Paraná com a União.

R$ 600 milhões

O Governo do Estado vai liberar mais de R$ 600 milhões (US$ 118,3 milhões) para investir em obras nos municípios. Os recursos serão geridos pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas e foram obtidos por empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). As intervenções do pacote chamado Paraná Urbano III estão divididas em dois núcleos: modernização das gestões municipais e infraestrutura (pavimentação, praças, unidades de saúde).

Regras no transporte público

A Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) publicou uma resolução para usuários do transporte coletivo. O documento, de caráter orientativo, pede ações como a utilização de máscaras no interior dos veículos, a lavagem das mãos antes e depois da utilização do transporte e a busca pelo serviço em horários alternativos, fora dos horários de pico.

EAD em Libras

A Secretaria de Educação e do Esporte anunciou que as aulas EaD terão tradução simultânea de libras. Os estudantes que possuem necessidade de um tradutor poderão acompanhar seus estudos sem ser prejudicados. As aulas na modalidade foram a alternativa encontrada para que os cerca de 1 milhão de estudantes da rede não tenham seu processo de ensino e aprendizagem prejudicado.

Mais transparência

Todas as informações sobre a evolução da pandemia e as ações estaduais de enfrentamentos estão disponíveis aos cidadãos na Agência de Notícias e no site http://www.coronavirus.pr.gov.br. Com inclusão dos leitos destinados exclusivamente para quem contrair a Covid-19 no sistema, o Estado subiu 13 posições no ranking da Open Knowledge, entidade que avalia a transparência. O Paraná ocupa a 3ª posição, com avaliação “boa”, ao lado do Rio e Janeiro e do Maranhão.

Uma nova ferramenta adotada pela Coordenadoria Estadual da Defesa Civil também permite acompanhar a evolução dos casos. O Flowchart da Covid-19 é um sistema que possibilita fácil visualização dos dados de desenvolvimento da doença, assim como a identificação dos municípios mais afetados no Estado.

Startup Evolution

Startups que tiveram seus negócios impactados pela Covid-19 poderão participar de um programa voltado à solução de problemas de gestão das empresas. A medida abrange desde o reposicionamento de portfólio até a gestão do fluxo de caixa. O programa Startup Evolution acontecerá ao longo de três meses, entre abril e junho, e vai oferecer mentorias especializadas e workshops online.

Parceria com a Uber

Uma parceria do Governo do Estado com a Uber pretende ampliar os estoques dos bancos de sangue no Paraná, que baixaram com a pandemia da Covid-19. O aplicativo de transporte vai custear as viagens de doadores de sangue que se deslocarem até o Hemepar, em Curitiba, e aos hemocentros de Londrina e Maringá, no Norte e Noroeste do Estado.

Chamada pública

A Fundação Araucária vai investir até R$ 2 milhões para apoiar propostas de pesquisadores de instituições do Paraná. O objetivo é amparar projetos que visem contribuir para desenvolvimento científico e tecnológico no enfrentamento da Covid-19, suas consequências e outras síndromes respiratórias agudas graves. A iniciativa é uma parceria do CNPq, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e Ministério da Saúde.

Reuniões estratégicas

O governador se reuniu com o comandante da 5ª Divisão do Exército, general Carlos José Russo Assumpção Penteado. A unidade é responsável por Paraná e Santa Catarina. A iniciativa faz parte do planejamento do Governo do Estado para o enfrentamento da pandemia, com a união entre todas as instituições envolvidas.

Ratinho Junior participou de uma videoconferência com os três senadores que representam o Estado no Congresso Federal, Álvaro Dias, Flávio Arns e Oriovisto Guimarães. O encontro foi pautado por questões econômicas e a necessidade de apoio ao projeto que pede o ressarcimento da União aos estados pelas perdas de arrecadação de ICMS e IPVA em razão da pandemia. Os dois tributos representam 78% da receita corrente líquida do Paraná.

Boletim econômico

As secretarias de Planejamento e Projetos Estruturantes e da Fazenda divulgaram o primeiro boletim com a conjuntura fiscal, econômica e social do Paraná diante dos impactos da pandemia. O documento será atualizado semanalmente. O boletim apresenta projeções, comparações com outros países, níveis das atividades econômicas (indústria, comércio e serviços), gráficos de mobilidade e isolamento social, quantidade de empresas em pleno vapor e a balança comercial estadual.

Corte de salários

O governador determinou uma redução de 30% do próprio salário. A medida vale também para o vice-governador, secretários de Estado, controlador-geral do Estado, superintendentes e diretores da Agência Reguladora do Paraná (Agepar). O corte vai atingir 32 servidores, representando uma economia de aproximadamente R$ 226 mil por mês.

Ajuda para as prefeituras

Todas as prefeituras do Paraná receberam nesta semana ofício da Controladoria-Geral da União, elaborado em conjunto com o governo estadual, principalmente sobre como contratar e adquirir produtos durante a emergência na saúde. A CGU e a Controladoria-Geral do Estado (CGE) também colocaram à disposição canais de comunicação para sanar dúvidas dos gestores municipais.

Máscaras

O Governo do Estado ativou uma aba no site www.coronavirus.pr.gov.br para conectar toda a cadeia de fabricação de máscaras de proteção (face shield) para ajudar os profissionais da Saúde. O objetivo da medida, que foi implementada no fim de semana, é integrar ainda mais fornecedores de matéria-prima, os chamados “makers” (profissionais ou empresas com impressoras 3D) e médicos e enfermeiros que estão na linha de frente da atuação contra o novo coronavírus.

Cultura

A Biblioteca Pública do Paraná lançou um canal no YouTube para veicular seus dois projetos semanais de contação de histórias. Seção Infantil Convida, publicado às segundas-feiras, traz conteúdos selecionados e gravados por contadores parceiros. Hora do Conto Virtual, que vai ao ar todas as quartas, disponibiliza vídeos produzidos pela própria equipe da biblioteca. A BPP está fechada. O Museu Oscar Niemeyer também lançou duas novas exposições virtuais.

MEDIDAS EM ANDAMENTO

50 UTIs, 160 enfermarias e 3 novos hospitais

Ratinho Junior e técnicos do Governo do Estado visitaram nesta semana os hospitais regionais de Guarapuava, Ivaiporã e Telêmaco Borba. Serão 50 novos leitos de UTI e 160 enfermarias nas três unidades.

O Hospital Regional de Telêmaco Borba vai entrar em funcionamento após uma espera de mais de dez anos. Um convênio com a Klabin e a prefeitura do município permitirá acelerar as obras. Serão 10 UTIs e 40 enfermarias.

A ala do Hospital Regional de Guarapuava que receberá pacientes do novo coronavírus terá 30 UTIs e 80 enfermarias. O investimento é de R$ 57,3 milhões. O Hospital Regional de Ivaiporã deverá ser inaugurado nos próximos 30 dias. Ele terá 10 UTIs e 40 enfermarias. O hospital atende 16 municípios.

Atrás dos muros

Presos de penitenciárias e cadeias públicas em todo o Estado já produziram 69 mil máscaras, 5,2 mil jalecos, 1,7 mil máscaras-escudo e 2 mil peças especialmente para hospitais, como lençóis, fronhas, uniformes, toucas e pijamas. Com as máquinas a todo vapor, diariamente ficam prontas 8,1 mil máscaras, entre descartáveis e laváveis. A meta é aumentar a produção.

Distribuição de merendas

As escolas estaduais distribuíram a segunda leva de kits com alimentos da merenda escolar. A entrega é feita quinzenalmente. Eles são destinados a estudantes beneficiários do Bolsa Família, que devem retirar a cesta básica na escola onde estão matriculados. Famílias de aproximadamente 230 mil alunos estão inscritas no programa.

Desinfecção

A Sanepar começou a desinfecção do entorno de serviços de saúde em Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Cascavel, Curitiba e Região Metropolitana. A empresa utiliza hipoclorito de sódio diluído, um dos produtos indicados pela Agência Nacional de Saúde (Anvisa). Os Ceasas também começaram esse processo mais rígido de higienização.

Caminhoneiros

Os caminhoneiros que descarregam grãos no Porto de Paranaguá começaram a receber um kit alimentação. A iniciativa do Governo do Estado é uma forma de ajudar os motoristas que enfrentam dificuldades em encontrar restaurantes abertos devido à pandemia. Serão distribuídos 55 mil kits, com arroz, feijão, óleo e ovos. A previsão é atender 2 mil caminhoneiros por dia no Pátio de Triagem da Portos do Paraná.

Universidades estaduais

A Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior entregou à Coordenadoria Estadual de Defesa Civil materiais de proteção produzidos pelas universidades estaduais. A entrega envolveu 500 máscaras do modelo Face Shield, 200 litros de álcool glicerinado e 150 quilos de álcool em gel. As máscaras e os dois tipos de álcool foram produzidos pelos Núcleos de Inovação Tecnológica das Universidades Estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG), Centro-Oeste (Unicentro), do Oeste do Paraná (Unioeste) e do Norte do Paraná (UENP).

Polícia em alerta

A Polícia Civil do Paraná prendeu em flagrante nesta semana um homem de 35 anos que mantinha uma página falsa na internet para venda de materiais hospitalares e medicamentos que nunca eram entregues. No site eram oferecidos desde máscaras e álcool em gel até medicamentos especiais e respiradores mecânicos. O Governo do Estado mantém vigilância redobrada contra fake news, golpes e alarmismos.

MEDIDAS DA SAÚDE

Testes rápidos, EPIs e cloroquina

A Secretaria da Saúde começou a distribuir 52,4 mil testes rápidos que vieram do Ministério da Saúde para os 399 municípios. Eles serão aplicados em profissionais de saúde, da segurança pública e pessoas próximas a eles (familiares, por exemplo), desde que apresentem sintomas. Os testes de detecção de anticorpos contra o Sars-CoV-2, além de segurança aos profissionais que estão na linha de frente, permitirão um mapeamento mais detalhado do comportamento do vírus.

O Governo do Estado iniciou o envio de mais 530 mil equipamentos de proteção individual (EPIs) para as 22 Regionais de Saúde do Paraná. Os materiais incluem máscaras, luvas, tocas, aventais, óculos de proteção e álcool em gel.

A Secretaria de Saúde distribuiu 17 mil comprimidos do medicamento cloroquina para todas as suas Regionais e 28 hospitais de referência em todo o Estado. A quantidade é suficiente para 850 tratamentos. Nos próximos dias deve chegar do Ministério da Saúde mais 27 mil comprimidos.

O Paraná também vai receber nos próximos dias 154 mil doses de hidroxicloroquina genérica do grupo farmacêutico Novartis/Sandoz, que tem uma planta em Cambé, no Norte. De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, esse medicamento pode ser usado em pacientes com infecções graves da Covid-19 e que precisam de internamento em UTI.

Telemedicina

Foi lançada a Telemedicina Paraná, serviço de atendimento de saúde online. Além de agilizar o atendimento à população, a plataforma ajuda a desafogar as unidades de saúde, evita aglomerações e deslocamentos, protege os profissionais de saúde e possibilita que o cidadão possa ser consultado diretamente de sua casa. O serviço pode ser acessado de qualquer localidade paranaense, por este site ou pelo aplicativo Telemedicina Paraná, disponível para os sistemas Android e IOS.

Receitas online

A Resolução 482/2020 da Secretaria da Saúde regulamenta a operacionalização de prescrição médica por meio eletrônico. A medida tem o objetivo de atender à necessidade do distanciamento social no período de pandemia. Uma plataforma desenvolvida pelo Conselho Regional de Medicina do Paraná foi disponibilizada para que todos os médicos registrados no Estado possam emitir a receita de forma virtual.

Centrais de atendimento

Estudantes e profissionais da área da saúde estão disponíveis 24 horas por dia para tirar as dúvidas dos paranaenses sobre o novo coronavírus. Centrais de atendimento foram instaladas pelo Governo do Estado em sete regiões para esclarecer a população sobre a pandemia da Covid-19, orientar sobre os cuidados necessários e também fazer uma espécie de triagem para quem tem os sintomas da doença.

OUTRAS MEDIDAS

Cartão Comida Boa, lançamento do EaD e 305 mil famílias com mais recursos.

Redução nos preços dos remédios e definição sobre os novos três hospitais regionais.

Pacote econômico de R$ 1 bilhão, cadastro de voluntários e garantias de emprego nas terceirizadas.

Pacote social de R$ 400 milhões, uso de aeronaves no transporte de exames e suspensão de cobranças de dívidas com a União.

Novos laboratórios credenciados e decreto de calamidade pública.

Redução de jornada dos servidores, licença especial e distribuição de merendas.

Suspensão de aulas e fechamento de academias e shoppings.

Deixe seu comentário