21/02/2021

Desde que o prefeito de Apucarana à época, Beto Preto, autorizou em 30/06/2018 a abertura de processo licitatório para a construção de uma escola municipal no Jardim Interlagos, na zona oeste, os moradores do bairro estão na expectativa de conclusão da obra, mas isso nunca acontece, pois a edificação do estabelecimento de ensino público já se arrasta há 3 anos e hoje a obra, orçada em R$ 4.380.060,12 pelo atual prefeito, Júnior da Femac, está abandonada pela Prefeitura e muitos itens da construção já foram furtados.

A nova unidade de ensino foi planejada para atender a aproximadamente 420 crianças, ofertando turmas da Educação Infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º). Segundo o projeto de engenharia, o prédio terá doze salas de aula, laboratório, biblioteca, auditório, sala de informática, quadra esportiva coberta, quatro sanitários para alunos e três para funcionários, cozinha, despensa, refeitório, central de gás, almoxarifado, secretaria, salas para professores, direção e coordenação, pátio aberto e passarelas interligando todos os blocos, mas até hoje tudo isso se resume a uma obra inacabada e abandonada, com desperdício de dinheiro público.

A Escola do Jardim Interlagos é construída em terreno de 8 mil m² situado no prolongamento da Rua André Korilo, a poucos metros da Rua Cristiano Kussmaul. A área construída prevista é de 3.228,08 m2. Conforme o prefeito Júnior da Femac, a construção da Escola do Jardim Interlagos exigiu investimento de R$ 4.380.060,12, sendo R$ 3.557.296,42 provenientes do governo federal, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e R$ 822.765,69 de contrapartida do município.

Mais promessa não cumprida
Em 6 de julho de 2020, coincidentemente em ano eleitoral, o prefeito reeleito Junior da Femac esteve no local inspecionando a obra pública onde está sendo executada a construção da escola com capacidade para atender 420 crianças. Na oportunidade o prefeito reeleito disse que cerca de 50% dos serviços projetados estavam prontos, com as lajes concretadas em todos os blocos do prédio, o revestimento das paredes sendo finalizado e as estruturas metálicas também já haviam sido instaladas para a cobertura da quadra esportiva. Foi falado ainda na ocasião que a empreiteira estava executando a regularização do contrapiso e a instalação dos contramarcos das janelas e a próxima etapa seria a cobertura do prédio, seguida da fase de acabamentos, mas hoje a obra está paralisada e abandonada, obra essa que é aguardada pela comunidade do Jardim Interlagos há 20 anos.

Diferença de valores
A escola do Jardim Interlagos levará o nome de José Domingos Scarpelini, em homenagem ao ex-prefeito de Apucarana que faleceu em março de 2018. A construtora Peace venceu o processo licitatório e é responsável pela obra, mas a previsão para a conclusão da edificação não foi informada.

Um detalhe chama a atenção: quando o então prefeito Beto Preto autorizou, em 30/06/2018, a abertura de processo licitatório para a construção de escola municipal no Jardim Interlagos, o ex-alcaide disse que a obra exigiria investimento de R$ 5.413.833,72, sendo R$ 4.396.880,87 provenientes do governo federal, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e R$ 1.016.952,72 de contrapartida do município.

Já o atual prefeito de Apucarana, Júnior da Femac, afirma que o valor do investimento é de R$ 4.380.060,12, sendo R$ 3.557.296,42 provenientes do governo federal, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e R$ 822.765,69 de contrapartida do município. Mas independente de valores, a verdade é uma só: a obra está parada, abandonada e se deteriorando pela ação do tempo, além de vários itens já terem sido furtados do local, como fiação e outros. E só para reiterar: com desperdício de dinheiro público.

1 COMENTÁRIO

  1. Só uma correção… Essa escola nem é no Interlagos… O Interlagos com todos esses anos de bairro, não tem sequer uma creche, uma escola, nem posto de saúde… Na realidade tudo está sendo construído pra favorecer o novo Cazarin…bairro muito mais novos em Apucarana, como Sumatra e outros já tem suas escolas, creches e toda infra-estrutura…

Deixe seu comentário