31/03/2021

As tarifas de energia cobradas pela elétrica Copel junto a clientes de sua unidade de distribuição, responsável pelo fornecimento no Paraná, devem subir quase 10% em 2021, segundo uma proposta preliminar apresentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na terça-feira (30).

Os aumentos devem vir como parte da chamada revisão periódica tarifária da companhia, que será discutida em consulta pública pelo regulador até meados de maio e deve entrar em vigor a partir de 24 de junho.

O efeito médio para consumidores deve ser de 9,67%, sendo 9,72% para os de baixa tensão, principalmente residenciais, segundo proposta discutida pela diretoria da Aneel.

O aumento de encargos setoriais nas contas de luz, que bancam diversos subsídios e políticas públicas, foi responsável por 3,28 pontos percentuais do reajuste, segundo a Aneel.

Imagem ilustrativa

Deixe seu comentário