Dono da Havan, o empresário Luciano Hang é aliado de Jair Bolsonaro (foto: Reprodução/Twitter)

19/04/2020

No fim de janeiro, a Havan divulgou ter obtido faturamento de R$ 10,7 bilhões em 2019. A rede tem 141 lojas.

O grupo Havan, que pertence ao empresário Luciano Hang, um dos principais apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), suspendeu o contrato de trabalho de 11 mil funcionários. Isso equivale à metade dos empregados da empresa, que conta com 22 mil colaboradores.

Em nota, a Havan confirmou que “foi uma das primeiras empresas a utilizar a Medida Provisória (MP) 936/2020, que permite a suspensão do contrato de trabalho por até 60 dias”.

Hang afirma na nota que está “fazendo o máximo” para assegurar as vagas. “Estamos fazendo tudo o que é possível para manter os empregos. É primordial que as empresas trabalhem nesse sentindo. Somente assim conseguiremos atravessar esse período de dificuldades, mantendo os empregos e a renda dos colaboradores”, declarou.

Ele ainda rebateu acusações de que teria demitido 2 mil pessoas. “É mentira. Isso é obra dos sites de esquerda que estão articulados para desestabilizar o Brasil”, afirmou.

A medida atinge principalmente as lojas que estão fechadas em Santa Catarina. No fim de janeiro, a Havan divulgou ter obtido faturamento de R$ 10,7 bilhões em 2019. A rede encerrou o ano com 141 lojas em operação.

Entenda
De acordo com o Ministério do Trabalho mais de 1 milhão de trabalhadores já tiveram a jornada de trabalho reduzida ou contrato de trabalho suspenso com a crise causada pelo novo coronavírus, o que é permitido pela Medida Provisória (MP) 936 .

Os trabalhadores nessa situação recebem um benefício emergencial equivalente a uma parte do seguro-desemprego. A empresa paga 30% do salário do funcionário afastado, e o governo complementa o restante com 70% do seguro.

Pela MP, o valor do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda tem “como base de cálculo o valor mensal do seguro-desemprego a que o empregado teria direito” caso tivesse sido demitido sem justa causa. Ao aderir aos benefícios, a empresa garante aos funcionários quatro meses de estabilidade, sendo dois da suspensão e mais dois após o vencimento do benefício.

No total, o governo estima que até 24,5 milhões de trabalhadores devem receber os benefícios emergenciais, sendo impactados pelas reduções de jornada e salário ou suspensão de contratos. O número equivale a 73% do total com carteira assinada no país.

O que é o coronavírus?
Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?
A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?
A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?
Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

Febre
Tosse
Falta de ar e dificuldade para respirar
Problemas gástricos
Diarreia

Deixe seu comentário