27/01/2020

A Polícia Militar encontrou agora há pouco, no início da noite deste domingo, (26/01), o corpo da bailarina Maria Glória Poltronieri Borges, 25 anos, em um matagal na cidade de Mandaguari – PR.

O corpo apresenta sinais de violência sexual e a apuração preliminar do IML indica que a causa da morte foi enforcamento. O corpo está no Instituto Médico Legal de Maringá onde chegou às 19h20 de hoje. Segundo as informações do IML, ela trajava um short azul e uma blusa estampada.

Maria Glória é filha de Daísa Poltronieri e Maurício Borges. A mãe da vítima é proprietária de uma academia de ballet em Maringá.

A jovem é natural de Maringá e atuava profissionalmente na dança desde 2008 onde ingressou na Cia Pavilhão D (São Paulo-SP) para aprofundar o meio das linguagens corporais em técnicas como o Ballet Clássico, e a Dança Contemporânea, com diversos Maestros da dança.

Ministrava aulas de Ballet Clássico Avançado, Contemporâneo e Contato-Improvisação na Academia Daisa Poltronieri. Graduanda em Artes Visuais na UEM( Universidade estadual de Maringá) e Capoeirista na ACCAME (Associação Cultural de Capoeira Mandinga-Ê).

A polícia Civil de Marialva investiga o crime.

Fonte: maringacidadeurgente.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui