23/09/2020

Equipe da Delegacia da Mulher, com apoio de policiais civis da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, cumpriram mandado de prisão preventiva, na manhã desta quarta-feira (23), e prenderam um suspeito de estupro de vulnerável, cuja vítima tem 11 anos de idade. O preso tem 21 anos e mantinha um relacionamento afetivo com uma irmã da vítima, de 14 anos.

Segundo informações, o suspeito também causou lesão corporal na adolescente de 14 anos, quebrando o nariz da mesma. A Polícia reiterou que as vítimas são irmãs. A Polícia Civil acrescentou que o rapaz de 21 anos já havia sido preso por estupro de vulnerável anteriormente. Ele encontra-se recolhido no minipresídio de Apucarana, à disposição da Justiça.

A delegada titular da Delegacia da Mulher de Apucarana, Sandra Nepomuceno, falou sobre o caso da prisão do suspeito de estupro de vulnerável, de 21 anos, do qual foi vítima a criança de 11 anos e da agressão contra a irmã dela, de 14 anos. “Essa situação chegou para nós na semana retrasada, só que os fatos teriam ocorrido em agosto. Esse investigado é bastante conhecido da Polícia, reside em Cambira e já foi preso por estupro de vulnerável. É a segunda vez que ele está sendo preso pelo mesmo motivo, porém com vítimas diferentes. As investigações foram iniciadas após requisição do Ministério Público e apuramos que uma adolescente de 14 anos internada na Casas Lar Sagrada Família estava com fratura exposta no nariz e descobrimos que o suspeito preso quebrou o nariz da adolescente e abusou da criança de 11 anos, passando as mãos nas partes íntimas dela e beijando a criança a força; é um elemento de alta periculosidade, que inclusive teria ameaçado invadir a Casa Lar para fazer mal às vítimas”, afirmou a delegada Sandra Nepomuceno.

 

 

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário