23/09/2020

Após matéria divulgada pelo portal do Canal 38 e repercutida na televisão nesta terça-feira (23) sobre problema que afeta o funcionamento do Instituto Médico Legal (IML) em decorrência da geladeira do órgão estar estragada há cerca de um ano, o deputado Arilson Chiorato (PT) se embasou na reportagem para protocolar requerimento na Assembleia Legislativa do Paraná pedindo providências ao secretário de Estado da Segurança Pública do Paraná, coronel Rômulo Marinho Soares, para solucionar a situação com urgência.

No requerimento o parlamentar solicita a destinação ou a regularização de geladeira para instalação no IML de Apucarana, diante das informações públicas e repercutidas em todo o Paraná, de falta do aparelho há mais de um ano para atender os profissionais, policiais e familiares que dependem do fundamental equipamento público da área da Segurança Pública.

“Eu tenho diversos pedidos de cidadãos e autoridades de municípios da Região Metropolitana de Apucarana, de encaminhamento de solicitação de reforma ou instalação de nova geladeira própria do Instituto Médico Legal, visto que atualmente em todas as hipóteses legais de perícias médicas forenses ou outra necessidade, os corpos são transferidos para o IML de Londrina. Este transferência desnecessária, além da sobrecarga de trabalho nos profissionais, causa enormes transtornos para as famílias”, afirma o deputado Arilson Chiorato em sua página no Facebook.

“A falta do equipamento é notória e já foi inclusive denunciada na imprensa regional”, diz o deputado no requerimento encaminhado ao Secretário de Estado da Segurança Pública do Paraná, que tem o link da matéria do portal do Canal 38 agregado.

Deixe seu comentário