25/11/2021

Em audiência pública nesta semana, onde se discutia o fim dos contratos de pedágio no Paraná, onde havia lideranças de várias regiões do Paraná, e inclusive, com a presença do Presidente da OAB Paraná, o Delegado e deputado Jacovós, foi taxativo ao dizer que as praças de pedágio deveriam ser demolidas a partir do dia 27, quando vencem os contratos.

Na audiência, um dos debatedores, da UFPR, chegou a propor prorrogação dos contratos por mais dois anos, com uma tarifa menor, no que foi prontamente rebatido pelo deputado.

“É um absurdo o que nós pagamos de pedágio no Paraná. E a grande verdade dessa história dos 24 anos de pedágio é que o Paraná está sendo roubado; assalto a mão armada há 24 anos; essa que é a grande verdade. Não tem muita conversa fiada, não. Se você tem que duplicar 855 quilômetros e eles duplicaram só 50% e não foi pedida a execução dos outros 450 quilômetros, então isso é roubo. Agora quem não fiscalizou? Quem não executou o contrato? O Estado. Então a culpa é do Estado, por corrupção de agentes públicos que deveriam estar na cadeia. Tem gente que foi condenada e está na praia. Tem proprietário de concessionária e acionista que foi condenado a mais 17 anos de prisão e não está na cadeia. Então é sempre assim: quem paga é o povo paranaense. Se eu fosse o governador, mandava passar a motoniveladora em cada praça de pedágio que existe no Paraná!”, frisou o deputado delegado Jacovós.

Deixe seu comentário