09/12/2020

O deputado federal Filipe Barros, que é de Londrina, mas luta pelas necessidades de Apucarana e várias cidades da região, é um dos parlamentares mais próximos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Filipe Barros concedeu recentemente entrevista ao Canal 38 durante a qual falou sobre as relações do Brasil com a China.

“Eu tenho minha visão em relação a China, considero um importante parceiro comercial, sem sombra de dúvidas, mas nós temos que tomar cuidado com a soberania nacional, com a soberania do nosso País, nós não podemos ficar 100% dependentes da China, não podemos vender nosso país à China. Nós estamos vendo hoje o governador de São Paulo Dória atuando como office boy da China; ele já vendeu o Estado de São Paulo para o governo comunista chinês, então nós não podemos ficar dependente 100% do partido comunista chinês. inclusive a gente vive hoje uma espécie de guerra fria, uma guerra comercial, uma nova versão da guerra fria, em que na prática a China que tem encabeçado este movimento diante de todo mundo”, frisa o deputado.

Segundo Filipe Barros, “cada vez mais a gente descobre que a China foi ao menos omissa em relação a pandemia do Covid-19, escondeu os dados, não tomou a cautela necessária no começo, inclusive o médico chinês que descobriu o Covid-19 foi preso e posteriormente veio a falecer na China e cada vez mais se descobre que o governo chinês foi omisso. Nós recebemos no Brasil e o governo dos Estados Unidos também recebeu as sementes vindo da China com pragas que não existem ainda no nosso País; então tudo isto ainda temos que analisar com cautela necessária, tendo aí esta nova guerra fria, tudo isto que estamos vivendo nesse momento”, ressalta o deputado federal paranaense.

Deixe seu comentário