29/01/2020

O setor de confecções, em especial o voltado a fabricação de bonés, é o que mais emprega na cidade. As fábricas de Apucarana são responsáveis por cerca de 70% da produção brasileira, legitimando assim o osso título de Capital do Boné.

São produzidos em Apucarana cerca de 5 milhões de bonés por mês. Entre os quais se destaca: bonés de loja, magazines, de marca e promocionais.

Segundo Elizabete Ardigo, presidente do SIVALE e APL – Arranjo Produtivo Local de Bonés de Apucarana, “_o setor do boné é o que mais emprega mão de obra em Apucarana, ele tem um papel importante na economia da cidade. São mais de 8 mil pessoas empregadas formalmente”.

Neste ano o APL de Bonés comemora também 16 anos de trabalho. Dentre as ações do Dia do Boné a governança do APL também realiza encontros mensais Café e Boné, com intuito de informar, capacitar e orientar a classe empresarial. Segundo Elizabete, é importante a participação dos empresários nas ações do APL de Bonés, pois resultará em projetar nacionalmente Apucarana como maior pólo produtor de bonés.

HOMENAGEM: Para comemorar o Dia do Boné, a governança do APL está promovendo no dia 30 de janeiro uma homenagem aos colaboradores que foram destaques no ano de 2019. A homenagem ocorrerá na sede do SEBRAE, as 8 horas, com a presença de empresários, colaboradores e autoridades

Deixe uma resposta