13/10/2020

Diagnosticado com a Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipo 1, o pequeno apucaranense Raví Leite de Oliveira, de apenas 4 meses, vive um drama já no início de sua vida.

O bebê está internado desde que nasceu na unidade Materno Infantil do Hospital da Providência, em Apucarana, por não ter o respirador em casa.

E sua família está pedindo ajuda para comprar o remédio mais caro do mundo, no valor de R$ 12 milhões, para tratamento do menininho. O bebê está internado desde que nasceu no Hospital da providência, em Apucarana, por não ter o respirador em casa.

A doença genética é rara e progressiva e afeta a capacidade de caminhar, comer e respirar. O remédio que Raví precisa, segundo a sua família, se chama Zolgensma e custa R$ 12 milhões.

Veja vídeo e o número da conta para ajudar Ravi:

Deixe seu comentário