17/11/2020

O delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, Marcus Felipe da Rocha Rodrigues, informou na tarde desta terça-feira (17) que as duas moças que foram detidas pela PM junto com um rapaz após assalto em lanchonete na segunda-feira (16) à noite, na Avenida Curitiba, no centro de Apucarana, foram liberadas porque ficou comprovado que ambas não tiveram participação no roubo.

Segundo o delegado, elas apenas estavam junto com o suspeito no momento em que ele teve o carro abordado e acabou preso.

Após tomarem conhecimento de um roubo praticado em estabelecimento comercial no centro de Apucarana, às 21h50, policiais militares iniciaram diligências e abordaram duas moças, de 19 e 20 anos, e um rapaz de 24 anos, sob suspeita de terem praticado roubo.

Os três estavam com um automóvel VW Voyage marrom usado no roubo do estabelecimento comercial. Testemunhas informaram à PM sobre o carro usado pelos assaltantes e aos 52 minutos da madrugada desta terça-feira (17) a equipe do tenente Jair se deparou com o VW Voyage na Avenida Aviação, no Jardim Aviação, e o carro acabou abordado.
Durante revista no interior do veículo foi achado um montante em dinheiro, a qual estava toda espalhado pelo carro. Foram localizados ainda sobre o painel do automóvel uma porção de cocaína, um cigarro de maconha e dois bonés pretos.

Escondido abaixo do banco traseiro foi encontrado um simulacro de pistola. A PM ressaltou que as notas apreendidas no interior do veículo eram em sua maioria de “2 reais” e “5 reais”, cédulas de maior volume roubadas do estabelecimento comercial. As duas moças e o rapaz que estavam no automóvel foram levados junto com tudo que foi apreendido à 17ª SDP para as providências cabíveis, mas na Delegacia, após apuração dos fatos, ficou comprovado que as moças não tiveram participação no assalto, através da análise de imagens de câmeras de segurança, e elas foram liberadas.

Deixe seu comentário