22/04/2020

SIVALE uniu empresários em ação ousada de mercado no combate a disseminação do coronavírus; são mais de 3 mil pessoas envolvidas em todo o trabalho.

Por conta da pandemia do Covid-19, as indústrias do setor de confecções de Apucarana se viram obrigadas a parar suas produções. Paralelamente, o Sindicato das Indústrias do Vestuário do Vale do Ivaí (SIVALE) agiu rapidamente, criando oportunidades para seus associados. A presidente do SIVALE, Elizabete Ardigo, relata que encontrou nas máscaras de proteção e jalecos necessários para uso por parte de profissionais da saúde para atender pacientes com suspeita de Coronavírus, a oportunidade de retomar a produção. Na sexta-feira (17), seis indústrias começaram a produzir, e outras 40 indústrias começam nesta semana suas produções, quando chega o restante dos materiais.

“Após alguns contatos conseguimos um pedido para produzir 5 milhões de máscaras e mais de 700 mil jalecos para um órgão público. Foi traçado um planejamento para reunir os associados e dividir esse pedido entre o grupo”, afirma Elizabete Ardigo.

Após a formação do grupo, o SIVALE orientou o pessoal na busca pela matéria prima, serviços e fornecimento de amostras. Foram dias de preparação, organização e planejamento. “São mais de 3 mil pessoas envolvidas em todo o trabalho. Desde as indústrias e oficinas de costuras que estavam a mercê desta crise. Todos vão participar de uma produção coletiva de máscaras. Nunca na história de Apucarana tivemos uma unidade tão grande do setor do vestuário. Como presidente do SIVALE me sinto realizada em ver a união destes empresários, que empregam tantas famílias em nosso município e com isso vão garantir muitos empregos” diz a presidente do Sivale.

A entidade vai prosseguir com essa ação de mercado buscando outros pedidos. “Convidamos aqueles que ainda não participam do SIVALE para se associar, pois trabalhamos para fortalecer o setor do vestuário, através do associativismo”, frisa Elizabete.

35 ANOS DE FUNDAÇÃO
O SIVALE completa, em 2020, 35 anos de fundação. Como sindicato patronal, sua função sempre foi a representação da classe empresarial na defesa dos interesses coletivos. Mas, diferente de outras entidades, o SIVALE não realiza somente as negociações coletivas. Além de oferecer cursos de capacitação e missões de negócios, criou o Apucarana Fashion Day, que é considerado um dos maiores eventos de moda do Paraná, envolvendo indústrias que tem marca própria em desfiles, showroom e rodada de negócios.

Deixe seu comentário