O corpo de Patrícia Miranda da Silva, 33 anos, foi encontrado no Rio Ivaí na tarde desta quinta-feira, 22 – Foto: Reprodução Facebook

22/07/2021

As equipes de resgate localizaram, na tarde desta quinta-feira, 22, o corpo de mais uma vítima da tragédia do Rio Ivaí. É a quinta vítima resgatada. Segundo os Bombeiros, o corpo é de Patrícia Miranda da Silva, 33 anos, moradora de Ivaiporã. A vítima foi localizada na mesma região em que as equipes resgataram quatro vítimas nessa quarta-feira, 21.

O esposo de Patrícia, Alberony Menegassi de Souza, 41 anos, e a filha, Heloísa Menegassi de Souza, 3 anos, foram localizados mortos nessa quarta-feira, 22, pelas equipes de resgate. Os enterros de Alberony e Heloísa estavam marcados para o fim da tarde desta quinta-feira, no distrito de Jacutinga, em Ivaiporã. O corpo de Patrícia Miranda da Silva será levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Ivaiporã nesta tarde.

As buscas continuam para tentar localizar Nicolas Pacagnan Fernandes, 8 anos, morador de Maringá, que também estava no barco e continua desaparecido. O pai de Nicolas e a irmã foram sepultados na tarde desta quinta no Cemitério de Maringá. Logo em seguida, a família seguiu para o Rio Ivaí para acompanhar as buscas.

A tragédia
O acidente aconteceu no Rio Ivaí, no distrito de Ubaúna, em São João do Ivaí. Segundo relato dos sobreviventes aos bombeiros, o motor do barco parou de funcionar perto de uma região conhecida como Salto dos 3 Poços. Sem motor, o barco teria sido levado pela correnteza e virou logo depois. Das nove pessoas que estavam no barco, somente três conseguiram sair.

É um casal e uma criança, de 3 anos, moradores de Sarandi. O casal conseguiu se segurar no barco tombado e a criança se pendurou no pescoço da mãe, segundo informações do próprio casal ao GMC Online. Eles conseguiram chegar no barranco e foram resgatados por moradores locais. A criança estava com quadro de hipotermia, devido ao frio, mas foi socorrida e já recebeu alta. A família comemorava um aniversário em uma chácara quando decidiram dar uma volta de barco no rio Ivaí.

De acordo com os bombeiros, nenhum ocupante usava colete salva vidas no momento do acidente. Além disso, o barco tinha capacidade para somente quatro pessoas e o piloto não era habilitado, ainda segundo os bombeiros. A Polícia Civil de São João do Ivaí abriu um inquérito para apurar as causas do acidente e as condições da embarcação.

Deixe seu comentário