28/03/2022

Docentes paranaenses da educação básica vão atuar no ensino da Língua Portuguesa no estado americano. Ao todo, 71 candidatos se inscreveram. Destes, 13 foram selecionados para a fase de entrevistas e oito vão participar da fase final do processo de seleção.

O Estado de Utah, nos Estados Unidos, divulgou a relação dos professores que participarão da próxima fase do processo seletivo que tem como objetivo selecionar docentes paranaenses da educação básica para atuar no ensino da Língua Portuguesa no estado americano. A oportunidade é resultado de uma parceria com o Paraná, por meio da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti).

Ao todo, 71 candidatos se inscreveram. Destes, 13 foram selecionados para a fase de entrevistas e oito professores irão participar da fase final do processo de seleção. A última etapa vai avaliar a experiência didática dos professores, por meio de aulas gravadas em vídeo, para alunos do 1º ao 6º ano do Ensino Fundamental. O material deverá ser encaminhado para a equipe de Utah até 4 de abril.

Os aprovados começam a trabalhar na primeira semana de agosto e permanecerão nos EUA pelo período de até três anos, onde atuarão no ensino de Português, Matemática, Estudos Sociais, Ciências, Educação Física e Artes para crianças de 6 a 12 anos.

Desde sua criação, em 2014, já foram recebidos 37 professores paranaenses para lecionar em 18 escolas de Utah, que integram o acordo de cooperação. A professora Mikaela Lopes Chamorro Ramos Peixoto participou da seletiva em 2020 e está ministrando aulas de Ciências, Matemática e Português na Hillcrest Elementary School, na cidade de Logan. A receptividade por parte da comunidade e o aperfeiçoamento profissional são pontos destacados pela docente, a partir da experiência no estado americano.

“Fui surpreendida pela maneira como os pais dos alunos foram carinhosos conosco. A comunidade nos abraçou, eu me senti muito amada e respeitada. Além disso, a vivência com essa comunidade e a forma séria com que o programa é conduzido me trouxeram um crescimento profissional enorme e uma perspectiva diferente sobre educação”, afirma.

BENEFÍCIOS – Os professores aprovados pelo programa terão contrato de trabalho em tempo integral de 40 horas semanais, sendo 30 horas em sala de aula e 10 para preparação. A remuneração varia entre US$ 33 mil e US$ 44 mil anuais, dependendo da titulação.

Os profissionais ainda terão outros benefícios como plano de saúde e plano odontológico (com contribuição mensal dos professores); moradia provisória na casa de uma família da escola, por até duas semanas; e moradia permanente a critério e custo dos professores, a partir da terceira semana; oportunidade de visto de trabalho para cônjuge e matrícula em escola pública para filhos de 5 a 21 anos.

CLIQUE AQUI e acesse o edital completo com todas as informações sobre a próxima etapa.

Deixe seu comentário