14/03/2021

A ex-presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Apucarana e região (Sindspa), Elizabete Costa de Souza, concedeu entrevista ao Canal 38 nesta semana durante qual cobrou a atual diretoria da entidade sobre a falta de um posicionamento mais firme em favor dos servidores quando a Prefeitura Municipal propôs e a Câmara Municipal aprovou uma reajuste de apenas 4,65% à categoria, sendo que tal salário está abaixo do mínimo regional do Paraná, e sobre a situação de precariedade no pátio de máquinas da prefeitura, onde os operários são submetidos a condições em desacordo com o mínimo de dignidade ao qual os trabalhadores têm direito.

Diferente do procedimento adotado pelos vereadores da base de sustentação do prefeito, para dois servidores conforme projeto que concedeu aumento elevando de R$ 8.120.00 para R$ 11.717.00 os salários de dois comissionados no Legislativo Municipal.

“O Sindspa não fez a lição de casa. Não fez uma assembleia e foi negociar com o Executivo Municipal sem consultar os servidores e ainda que o Executivo tivesse batido o pé apenas na reposição salarial, temos pautas históricas que deveriam ser discutidas e levadas à mesa de negociação, mas não foi assim. Temos ainda a questão da situação calamitosa dos servidores do pátio de máquinas, que sequer foi cogitada em reunião com o Executivo Municipal”, disse Beto. Veja em vídeo a entrevista completa concedida ao Canal 38.

Deixe seu comentário