03/09/2020

Uma filmagem feita do helicóptero da Polícia Militar (PM) mostra a perseguição e prisão de Adeílton Carneiro, de 37 anos, que matou a ex-companheira Julia Aparecida dos Santos Viana Barbosa, de 30 anos, com um tiro no rosto.

Ele já tinha passagem por tentativa de homicídio contra a mulher e por tráfico de drogas e usava tornozeleira eletrônica, que foi arrancada pouco antes dele cometer o feminicídio.

A mulher foi assassinada por volta das 15h10, no imóvel nº 40 na Rua Verandir Vieira, no Conjunto Solo Sagrado. Segundo informações, Adeílton rompeu a tornozeleira eletrônica que usava, chegou na casa de Julia e a matou no quintal com um tiro no rosto. Quatro crianças filhas da vítima e do autor do feminicídio estavam no local no momento do crime. Em seguida ele fugiu com um veículo VW Gol, mas foi localizado no Núcleo João Paulo pela PM e abandonou o carro e se embrenhou em área de vegetação, onde acabou preso. A PM pediu apoio para a equipe do helicóptero da corporação para localizar o autor do feminicídio.

Deixe seu comentário