14/07/2021

Uma cena que já foi vista em outras oportunidades voltou a ser presenciada na terça-feira (13) na cidade de Apucarana. Diversos operários da prefeitura do setor serviços públicos foram flagrados quando realizavam serviços no interior das dependências e também do lado de fora do Colégio, que é particular e fica situado no bairro da Igrejinha. Tal atividade é, em tese, proibida por lei (trabalho de servidores públicos em obras particulares), caso não haja algum tipo de convênio entre as partes envolvidas.

Imagens foram feitas de tal situação por mais de uma pessoa e quando o repórter Lucas Leal, do Canal 38, foi questionar o que os servidores dos serviços públicos municipais estavam fazendo no colégio, os mesmos começaram a deixar o local rapidamente, se dispersando, e afirmaram que não poderiam falar nada sobre o assunto.

A reportagem do Portal 38 News tentou saber junto à direção do colégio porque os servidores da Prefeitura estavam realizando serviços no estabelecimento da rede particular de ensino e se dispersaram rapidamente quando foram indagados pelo repórter Lucas Leal, mas ninguém quis se pronunciar a respeito do assunto.

Pessoas que presenciaram os servidores públicos municipais realizando serviços em um estabelecimento da iniciativa privada supõem que o prefeito estaria proporcionando “mimo” com os recursos públicos ao colégio particular. Enquanto isso, falta recursos para saúde pública da cidade que está “doente”.

Vejam as imagens e tirem suas próprias conclusões.  Com a palavra o prefeito Junior da Femac.

Deixe seu comentário