16/11/2021

Cinco funcionários da Transporte Coletivo Grande Londrina (TCGL) prestaram depoimento nesta terça-feira (16) no 5º Distrito Policial de Londrina sobre o incêndio que atingiu a garagem da empresa no fim da tarde de segunda-feira (15). Eles estavam no local quando o fogo começou e ajudaram a manobrar ônibus para evitar uma tragédia ainda maior.

As investigações são conduzidas pelo delegado Jayme José de Souza Filho. Oitivas e imagens registradas por câmeras de segurança dos comércios da região são essenciais para o trabalho das equipes policiais.

A Polícia Civil aguarda também o laudo do Instituto de Criminalística que vai apontar onde começou o fogo e qual a causa do incêndio O inquérito deve ser concluído no prazo de 30 dias, mas dependendo da complexidade do caso o prazo pode ser prorrogado.

Caso seja comprovado incêndio criminoso, o responsável pode ter pena de três a seis anos de prisão com aumento de pena de um terço por ser em transporte coletivo. As informações são do portal Tarobanews

Deixe seu comentário