30/01/2020

O local foi embargado para futuros descartes e solicitada apresentação de justificativa sobre as irregularidades constatadas.

O Grupamento de Defesa Ambiental-GDA, de Arapongas, confirmou que notificou na quarta-feira (29) uma pessoa responsável por descarte de carcaças de animais (bois) em vala a céu aberto, em propriedade rural na região da Estrada do Araguari.

De acordo com o pessoal do GDA, p local era usado como área para destinação de animais mortos, mas sem ter as mínimas condições para tal tipo de procedimento.

Ainda conforme o GDA, tal prática provoca possível contaminação do solo e lençol freático pelo necrochorume e gerta riscos de proliferação de doenças por conta das péssimas condições do local.

A fiscalização do GDA foi realizada em conjunto com a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (ADAPAR).

Sem prejuízo de outras providências, o local foi embargado para futuros descartes e solicitada apresentação de justificativa sobre as irregularidades constatadas.

O GDA acrescentou que novos desdobramentos em relação ao caso poderão ocorrer frente os levantamentos que seguem em curso.

Deixe seu comentário