Governador Carlos Massa Ratinho Junior , participa de encontro com as Prefeitas do Paraná Foto Gilson Abreu/AEN

25/08/2021

Ratinho Junior participou nesta terça-feira (24) da abertura do 1º Encontro das Prefeitas do Paraná, evento que busca fortalecer, integrar e aumentar a representatividade das mulheres na administração pública.  Evento foi organizado pela Associação dos Municípios do Paraná.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta terça-feira (24) da abertura do 1º Encontro das Prefeitas do Paraná, que acontece em Curitiba. O evento tem por objetivo fortalecer, integrar e aumentar a representatividade das mulheres na administração pública. O encontro é organizado pela Associação dos Municípios do Paraná (AMP).

“O Paraná tem grandes prefeitas, grandes gestoras. As mulheres estão, a cada eleição que passa, ocupando um espaços mais relevantes. A voz é mais ativa. E nós, homens, temos a oportunidade de ouvir a aprender, copiando gestões humanas, voltadas para melhorar a vida das pessoas”, afirmou Ratinho Junior. “As mulheres possuem um olhar social mais aguçado. São guerreiras que ajudam a melhorar o Paraná e a acabar com um processo cultural histórico da política brasileira, que é o protagonismo do homem”.

Apesar que ainda distante da participação feminina em outros setores da sociedade, a eleição de 2020 reforçou a presença da mulher na política local. Atualmente, de acordo com a AMP, são 39 mulheres no comando de cidades paranaenses – 9,7% do total de municípios. No pleito de 2016 foram eleitas 29 mulheres.

“São em encontros como esse, que valorizam as prefeitas, é que a AMP vai consegue mudar a imagem da mulher na política. O caminho é inspirar outras mulheres”, destacou a presidente do Conselho da Mulher da AMP e prefeita de Pérola, Valdete Cunha. A ideia com esse movimento organizado, explicou ela, é somar forças para buscar uma participação mais efetiva na política, seja por iniciativa dos governos, de partidos políticos, associações ou ações independentes.

Segundo Valdete, apesar de ter aumentado o número de mulheres eleitas em 2020 no País, ainda há um longo caminho a ser percorrido em relação a igualdade de gênero na política – no Brasil, 12,2% das lideranças dos municípios são exercidas por mulheres ante 11,6% das eleições anteriores. “O horizonte está aberto para as mulheres. O momento é de acolhida para poder mudar esses números e ter mais eleitas”, disse.

EMANCIPAR –  Presidente da AMP e prefeito de Jesuítas, Júnior Weiller destacou a importância do encontro justamente como forma de emancipar a mulher politicamente. “É essencial que as mulheres tenham igualdade de condições com os homens nas disputas. Além disso, é fundamental que tenham grande participação nos partidos, nas gestões dos municípios, estados e governo federal, em todos os níveis”, afirmou.

A jovem prefeita de Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, Karime Fayad, está no primeiro mandato. Aos 31 anos, participou de três eleições, duas majoritárias. Perdeu as primeiras, até ser eleita com aproveitamento 60% dos votos válidos em 2020.

De uma maneira simples, ela dá um exemplo do preconceito que ainda existe em torno das mulheres políticas – e que afugenta outras representantes do sexo feminino a se aventurar nas urnas. “Claro que há um olhar diferente. Em eventos públicos está lá a plaquinha de lugar reservado para o prefeito, nunca é para a prefeita”, ressaltou. “Ainda há machismo na política. Do homem, claro, mas também das próprias mulheres, que não apoiam outras mulheres”, acrescentou a prefeita de Ibema, Viviane Comiran.

AGENDA – O evento terá dois dias de duração, nesta terça (24) e quarta-feira (25). Entre as participantes estão a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves (de maneira virtual); a primeira-dama do Estado e presidente do Conselho de Ação Solidária, Luciana Saito Massa; a fundadora do Movimento Mulheres Municipalistas (MMM); Tania Ziulkoski; a presidente do Conselho da Mulher da AMP e prefeita de Pérola, Valdete Carlos Oliveira Gonçalves da Cunha; e Roberta Cristina Eugênio dos Santos Silva, co-diretora do Instituto Alziras. A entrada é restrita para convidados.

PRESENÇAS – Participaram da abertura do encontro o vice-governador Darci Piana; o chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Guto Silva; os secretários estaduais João Carlos Ortega (Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas) e Marcel Micheletto (Administração e Previdência); a primeira-dama do Estado e presidente do Conselho de Ação Solidária, Luciana Saito Massa; e o deputado federal Ricardo Barros.

Deixe seu comentário