06/07/2021

Grafiteiros de Arapongas contemplados com recursos emergenciais da Lei Aldir Blanc durante a pandemia, começaram a desenvolver os projetos aprovados através do Edital 002/20, com painéis que ficarão expostos permanentemente nas paredes externas da Biblioteca Municipal Machado de Assis.

No total são 4 projetos contemplados dos grafiteiros Daniel “Xeque Mate”, Kielson, professora Alexandra e Julio Miqueleti, vítima da Covid-19 e que teve seu projeto encampado pelos colegas, como forma de homenagem (in memorian).

Conforme Daniel os recursos emergencias da Lei Aldir Blanc foram de grande importância no contexto geral de auxílio aos artistas de Arapongas durante os piores momentos da pandemia, pois a classe cultural foi a primeira a parar suas atividades e sem previsão de retorno.

“Agradecemos e parabenizamos a Secretaria da Cultura, que com muito zelo e competência aplicou a Lei Aldir Blanc em nossa cidade, de forma imparcial e atendendo a todos os segmentos culturais atingidos em cheio pela pandemia”, comentou o grafiteiro.

Deixe seu comentário