22/03/2021

Projetos com grande rejeição, como um do prefeito Júnior da Femac, que prevê gastos de quase R$ 500 mil para construção de parques infantis em pleno auge da pandemia de Covid-19, fez com que um grupo de apucaranenses indignados realizasse um ato de protesto no centro de Apucarana nesta segunda-feira (22).

Cartazes e faixas que eles mostravam diziam: “Luto por Apucarana”, “Menos parquinhos, mais Saúde para a população”, Luto pela sobrevivência do comércio”, “Menos cargos comissionados e mais valorização do funcionário público” e “Menos publicidade e mais ação”.

A manifestação foi realizada depois que alguns servidores públicos, um deles muito próximo ao núcleo de poder da administração municipal, foi apontado como figura “chave” em esquema de corrupção na roçagem de terrenos em Apucarana, bem como o projeto que concedeu aumento para cargos comissionados no legislativo passando de R$ 8.120.00 para R$ 11.717.00.

Além de outras ações irregulares na administração municipal e na Câmara de Vereadores, como a nomeação do sogro de um vereador que integra a Mesa Executiva para cargo em comissão no Legislativo Municipal.

Deixe seu comentário