22/05/2020

A prisão preventiva de um homem de 56 anos, acusado de ameaçar a própria mãe, uma idosa de 99 anos, foi decretada pela juíza titular, da 1ª Vara Criminal de Arapongas.

De acordo com o Ministério Público (MP), o homem, que já estava na preso em razão das ameaças, tinha descumprido medida protetiva que o proibia de se aproximar da mãe. A juíza considerou que as medidas não eram suficientes para evitar que o homem continuasse a ameaçar a idosa.

A decisão foi Tomada na tarde desta quinta-feira (21) em audiência de custódia por videoconferência. “Verifica-se que a violência doméstica tem-se reiterado e houve descumprimento do afastamento, que, somado à ordem de tratamento, não inibiu o investigado, tampouco foi suficiente para a segurança da mulher. As medidas resultaram ineficazes e demonstraram a ousadia e perspicácia em não atender a determinações judiciais”, diz a magistrada em seu despacho.

O suspeito foi preso em flagrante pela Polícia Militar (PM) na residência da mãe, no Jardim Mônaco, descumprindo a medida protetiva. O fato ocorreu no último dia 19, quando a PM foi chamada após o homem chegar embriagado na moradia, dizendo palavrões e ameaçando a mãe. O Ministério Público acrescentou que esta seria a quarta prisão do homem pelo mesmo motivo.

Deixe uma resposta