23/01/2021

O homem achado morto na manhã deste sábado (23), em canaleta às margens da PR-444 (Rodovia Hermínio Pennacchi), próximo à ponte sobre o Rio Pirapó, no município de Apucarana, já foi identificado.

O subtenente Almir, do Comando do Policiamento Urbano (CPU) do 10º BPM, afirmou que a vítima apresentava perfurações de faca em várias partes do corpo. “É possível que esse corpo tenha sido desovado aqui e agora a PM vai registrar boletim de ocorrência e a Polícia Civil vai investigar para apurar as circunstâncias de como realmente ocorreu esse homicídio”, afirmou o subtenente.

O investigador Roberto Francisco dos Santos, da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, esteve no local do homicídio. “A Polícia Civil foi acionada agora na parte da manhã para atender uma ocorrência de um óbito na PR-444. Ao chegarmos no local nos deparamos com um corpo do sexo masculino em óbito provocado por objeto perfurocortante, provavelmente faca ou estoque (punhal artesanal), com cerco de 10 perfurações por todo o corpo, no pescoço, braços, costas e cabeça. A Polícia Civil se fez presente junto com a PM, Instituto de Criminalística e o IML e foi feito um relatório do levantamento no local do crime. Vamos apurar agora a identificação da vítima para chegar ao autor desse crime. Não há sinais de luta no local e o corpo estava coberto por um saco plástico”, relatou Roberto.

O corpo foi levado ao IML de Apucarana para exame de necropsia. Segundo informações, a vítima foi identificada como Silvano Coutinho da Mota, de 36 anos, conhecido como “Vudu”.

Deixe seu comentário