09/04/2021

O Edson Luiz de Ângelo, é cadeirante, e sofreu uma fratura exposta após cair da cadeira, isso em novembro do ano passado.

O paciente até hoje ele não conseguiu fazer a cirurgia, e convive diariamente com a dor. Segundo Edson, ele foi mandado para casa e logo seria chamado para a cirurgia, mas ele retornou a UPA Tancredo Neves e nada foi feito.

Segundo o secretário de Saúde de Cascavel, Miroslau Bailak, a situação do paciente é crônica e não aguda. Por isso ele tem indicação médica para que a cirurgia não ocorra agora e o caso aconteceu quando ele morava em Curitiba.

Já a Secretária de Estado da Saúde (Sesa) do Paraná, comandada por Beto Preto, relata que o caso está sendo acompanhado pela regulação estadual e o hospital de CuritibA está preparando tudo para que ele possa ser chamado após o dia 10.

Deixe seu comentário