07/02/2021

Ao verificar uma motocicleta que o indivíduo usou durante tentativa de fuga – uma CG 150 vermelha – foi constatado que a mesma não correspondia ao registro no sistema e estava com sinais identificadores adulterados. O veículo acabou apreendido pelos policiais militares.

Um homem de 27 anos foi preso por policiais militares por suspeita de tráfico de drogas, desobediência, resistência e lesão corporal durante a Operação Vida, às 23h46 de sábado (7), na Rua Rua General Osório, no Jardim Tibagi, em Apucarana. Ele foi encaminhado à 17ª Subdivisão Policial (SDP) junto com a maconha, uma motocicleta com sinais identificadores adulterados, dinheiro e outros itens que foram apreendidos com o mesmo.

De acordo com boletim de ocorrência da PM, durante patrulhamento pela Rua Marcílio Dias, próximo a um bar, local já conhecido como ponto de comércio de entorpecentes, a equipe visualizou um motociclista com as lanternas apagadas, cujo condutor ao ver a viatura se aproximando, acelerou o veículo e seguiu sentido à Rua Vereador José Ribeiro de Souza. A equipe iniciou o acompanhamento tático conseguindo alcançar o condutor já na Rua General Osório. Ao ser dada voz de abordagem o indivíduo continuou acelerando até acessar a residência de número 664, desobedecendo a ordem de parada.

Diante disso a equipe desembarcou da viatura e adentrou ao local a fim de conter e abordar o indivíduo em fuga, momento em que esse fechou o portão da casa, impedindo que os outros membros da equipe acessassem o local. Após a PM insistir ao mesmo, foi liberado o acesso, entretanto, ao ser dada voz de prisão pelo crime de desobediência e no momento em que um soldado foi algemar o indivíduo, esse passou a resistir com força, sendo necessário aplicação de técnicas de imobilização, e força moderada para tentar conter o indivíduo. Mesmo com três militares utilizando de força, o suspeito continuou resistindo, sendo necessário o uso de spray de pimenta para contê-lo.

Ainda conforme a PM, o indivíduo dava cotoveladas para tentar se desvencilhar, enquanto estava ao solo, causando algumas escoriações nos braços de dois soldados, além de uma lesão no dedo anelar esquerdo de um policial militar. Por fim, após algemar o suspeito, o mesmo foi identificado e colocado no camburão da viatura a fim de evitar fuga e preservar a integridade dos policiais. Em seguida, ao indagar a esposa do suspeito sobre a existência de ilícitos na residência a mesma negou, franqueando a entrada das equipes policiais.

Foi utilizado o cão de faro Iron, sendo localizado pelo mesmo em uma gaveta de um balcão na cozinha uma porção de maconha (totalizando 22,8 gramas) além de diversas embalagens vazias comumente utilizadas para comercialização da droga e uma calculadora com resquícios de uma substância branca aparentando ser cocaína. Ainda durante buscas também foi localizado pelo cão de faro, no interior do veículo GM Corsa de propriedade do detido e que se encontrava na garagem, mais uma porção de maconha. Ao verificar a motocicleta que o indivíduo usou na tentativa de fuga – uma CG 150 vermelha – foi constatado que a mesma não correspondia ao registro no sistema. Além disso, o número de chassi do veículo se encontrava suprimido (diferente de veículos baixados pelo Detran), e o detido se recusou a informar a procedência da mesma.

A PM acrescentou que o homem de 27 anos já tem antecedentes pelo crime de furto de motocicleta. Em seu bolso foi localizado um celular e a quantia de R$ 240,00. Por fim, a motocicleta, a maconha, o dinheiro e demais objetos apreendidos foram encaminhados juntamente com o preso até a 17ª SDP para as providências cabíveis.

Deixe seu comentário