Foto: Divulgação

12/04/2022

Segundo informações, ele tinha três mandados de prisão em aberto (dois por roubo agravado e outro por porte ilegal de arma)

O indivíduo que morreu em confronto com a Polícia Militar, no final da noite de segunda-feira (12), após desobedecer ordem de parada dada por uma equipe da Rocam da 7ª Companhia na esquina da Rua Saíra Militar com a Rua Azulão Verdadeiro, próximo ao Hospital Norte Paranaense (Honpar), no Jardim Universitário, foi identificado no Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana como sendo Jader Fabiano dos Santos, de 31 anos.

De acordo com a PM, Jader tinha três mandados de prisão em aberto (dois por roubo agravado e outro por porte ilegal de arma). Com o mesmo foi localizado e apreendido um revólver calibre 38 da marca Rossi municiado com cinco cartuchos, que Jader sacou no momento da abordagem e apontou na direção dos policiais.  

Segundo informações do sargento Rafael , ele sacou a arma de fogo após ter o veículo Ford Belina Del Rey verde abordado pelos policiais militares. Inicialmente Jader não acatou ordem de abordagem e depois que os policiais militares conseguiram parar seu carro, ele não colocou a mão na cabeça como foi ordenado, foi para a parte de trás do automóvel e sacou o revólver municiado.

“A equipe da Rocam realizava patrulhamento pelo Jardim Universitário e ao abordar esse indivíduo, ele já desceu do veículo de arma em punho. Diante do risco de injusta agressão, os policiais atiraram e o indivíduo morreu no local. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou o óbito. A arma de fogo que estava com o homem acabou apreendida e ele tinha três mandados de prisão em seu desfavor”, disse o sargento Rafael. 

Ainda conforme informações, o elemento já era muito conhecido no meio policial e teria retornado há pouco tempo do Paraguai para Arapongas. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Apucarana para exame de necropsia. A Criminalística e a Polícia Civil estiveram no local do fato.

Segunda situação
Essa foi a segunda ocorrência onde criminosos morrem em confronto com policiais de Arapongas em pouco mais de 48 horas, já que na tarde do último sábado (09), outros dois homens com passagens pela polícia faleceram após troca de tiros com a equipe Rotam da PM. A situação aconteceu em trecho da rodovia PR-444.

Foto: Divulgação

 

Deixe seu comentário