08/11/2020

O homem que morreu afogado no lago do Parque Ecológico da Raposa, em Apucarana, na tarde deste domingo (8), foi identificado por familiares. Trata-se de Sidimar Aparecido de Oliveira, de 34 anos, que estava no local junto com amigos.

O corpo foi resgatado no final da tarde deste domingo (08) por equipe do Corpo de Bombeiros. A equipe do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também esteve no Parque da Raposa para tentar uma possível reanimação, a equipe dos bombeiros ainda tentaram reanimar o homem, mas o homem foi retirado da água já sem vida.

A Guarda Municipal, PM e Polícia Civil também se mobilizaram para os procedimentos de praxe nesse tipo de situação. O corpo de Sidimar será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia. O Parque Ecológico da Raposa estava lotado de pessoas por conta do calor em Apucarana neste domingo.

ALERTA
Corpo de Bombeiros alerta a população para que tenha mais cuidado durante banhos em rios, lagos e piscinas nos dias de calor para evitar riscos de afogamento. É desaconselhável nadar sozinho porque pode acontecer alguma cãibra ou cansaço que provoque perda de força e, consequentemente, o afogamento. Em rios o risco é maior por causa da força da correnteza e também pela profundidade.

Os riscos de afogamentos aumentam significativamente com o calor. Por ano, aproximadamente 500 mil pessoas morrem afogadas em todo o mundo. No Brasil, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA), são aproximadamente 6 mil casos de afogamento, sendo que cerca de 44% dos registros estão são entre os meses de novembro e fevereiro.

Deixe seu comentário