28/09/2020

Necropsia do Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana realizada neste final de semana aponta que uma menina de apenas 4 meses, que faleceu no Hospital da Providência Materno Infantil de Apucarana, onde estava internada desde o dia 12 de setembro, apresentava edema na cabeça e fraturas na costela e na perna, tendo como origem “agressão física”.

Segundo informações, a princípio, quando a bebê deu entrada no hospital, foi informado que ela teria engasgado com leite quando a mãe estava trabalhando e o pai da criança teria dado líquido em chuquinha para a mesma, na residência da família.

Mas posteriormente surgiu a informação dando conta que a bebê teria sido agredida por um irmão dela, também criança, e o pai teria supostamente feito alguns procedimentos para salvar a bebê antes da mesma ser socorrida pelo Samu e encaminhada ao hospital.

Após a reviravolta no caso, com a divulgação do laudo do IML, a Polícia Civil deverá instaurar inquérito para apurar o que realmente aconteceu para levar a bebê à morte.

Deixe seu comentário